More
    HomeSem categoriaLula garante a maior liberação de recursos da história para a BR-364;...

    Lula garante a maior liberação de recursos da história para a BR-364; Gladson e bolsonaristas acreanos omitem o nome do presidente

    Durante longos quatro anos, o governo federal virou as costas para o Acre.

    Mas, ignorando tamanho descaso, a maioria da população acreana permaneceu leal a quem nunca se preocupou com o seu bem-estar.

    Nas urnas, os eleitores de um dos estados mais pobre do Brasil deu imensa maioria dos votos ao agora ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

    Símbolo maior do descaso federal é a BR-364, rodovia que integra vários municípios acreanos com Rio Branco, capital do Acre, foi abandonada.

    No governo Bolsonaro, a rodovia não fechou por obra do acaso, mesmo a maioria dos políticos acreanos, com e sem mandato, sendo apoiadores do agora inelegível.

    Durante  a administração passada, o Acre teve o senador Marcio Bittar como relator do orçamento, mas nenhum real foi colocado à disposição para recuperação ou manutenção da estrada.

    Bajulador, o governador Gladson Cameli (PP) bradou diversas vez que Bolsonaro seria “um pai para o Acre”.

    Existem bons e maus pais.

    Vieram as eleições. Mais um vez os acreanos optaram por Bolsonaro e os seus aliados.

    Ocorre que, para a infelicidade dos eleitores e apoiadores do inelegível, o petista Luiz Inácio Lula da Silva venceu e voltou a ser presidente do Brasil.

    Não era para ser assim. Só que Lula sempre teve uma olhar diferenciado para o Acre, embora o Acre não mereça tanta atenção.

    Eleitoralmente, o Acre é menos do que uma gota de água no oceano da política nacional.

    Não temos um por cento dos votos brasileiros.

    Seria mais fácil fazer o que Bolsonaro fez e deixar de fazer investimentos em local tão pouco expressivo na geopolítica do país.

    Mas Lula não é do tipo que age com revanchismo. Que paga o mal com o mal.

    Desde o início do ano, os acreanos vêm sendo molhado por uma enxurrada de boas notícias.

    As rodovias 317 e 364  receberam a garantia de que terão recursos para garantir a trafegabilidade.

    Elas entraram na versão 3 do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que será lançado na primeira quinzena de agosto.

    Mas a ingratidão permanece forte.

    A imprensa paga pelo governo anunciou que estão garantidos R$ 910 milhões para a recuperação da BR-364.

    O próprio governador correu para as suas páginas nas redes sociais para anunciar a boa nova.

    Cínico, órfão de caráter e com pouco apreço pela verdade, Gladson Cameli omite o nome do presidente Lula.

    Ele escreveu: “Em reunião com o ministro Rui Costa, governo do Estado obtém R$ 910 milhões para a recuperação da BR-364”.

    Vamos por parte.

    Rui Costa é o ministro-chefe da Casa Civil e tem um chefe chamado Lula.

    O governo do Estado não obteve nada. Os recursos serão disponibilizados pelo Ministério dos Transportes ao Dnit, por meio do PAC.

    Essa será a maior liberação de recursos para a BR feita por um presidente.

    Foram os presidentes Lula e Dilma que asseguram a construção da 364 até Cruzeiro do Sul, com todas as pontes.

    Antes que a desinformação ganhe terreno, o preço total da BR foi de R$ 1,6 bilhão, sendo que empresas da família de Gladson Cameli ganharam a maior parte.

    Do jeito que as coisas caminham, se a verdade não for sempre colocada no lugar, não vai demorar para dizerem que tanto dinheiro foi deixado por Bolsonaro e que o Lula só está repassando.

    Vida que segue…

    IMPORTANTE: Fazer jornalismo independente é caro e muito difícil. O nosso trabalho só sobrevive graças ao apoio das nossas leitoras e nossos leitores. O nosso pix é o email leonildorosas@gmail.com. Contribua!

     

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    vale a leitura