More
    HomeCulturaFestival de Cinema de Gramado: 'Noites alienígenas' ganha prêmio de melhor filme;...

    Festival de Cinema de Gramado: ‘Noites alienígenas’ ganha prêmio de melhor filme; veja os vencedores

    Ao todo, 49 ‘Kikitos’ foram entregues. Festival chegou a sua 50ª edição em 2022.

    Por Cristiano Dalcin e Gustavo Chagas, RBS TV e g1 RS

    Festival de Cinema de Gramado anunciou, na noite deste sábado (20), os grandes vencedores de sua 50ª edição. Dos mais de 1 mil títulos inscritos, sete longas-metragens brasileiros, seis longas estrangeiros, cinco longas gaúchos e 14 curtas brasileiros concorreram ao ‘Kikito’, nome do troféu que representa o deus do bom-humor.

    A obra “Noites alienígenas”, de Sérgio de Carvalho, foi eleita como melhor longa brasileiro do ano. Ao todo, o filme recebeu seis troféus. Confira os demais vencedores abaixo.

    O primeiro ‘Kikito’ foi anunciado na quinta-feira (18), ao documentário “Um par para chamar de meu”, de Kelly Cristina Spinelli. A obra entrou para a história do Festival de Gramado como o primeiro Melhor Filme em Documentário Brasileiro.

    No sábado anterior (13), o ator Marcos Palmeira foi homenageado com o Troféu Oscarito. O prêmio é uma tradicional honraria do evento, concedida desde 1990, aos maiores nomes do cinema nacional.

    A ocupação dos hotéis de Gramado chegou a 90%, conforme o sindicato do setor. Mais de 300 mil pessoas passaram pela cidade desde o início do festival, de acordo com autoridades.

    Vencedores do Festival de Cinema de Gramado:

    Longas brasileiros:

    • Melhor longa: “Noites alienígenas”, de Sérgio de Carvalho
    • Melhor longa (júri da crítica): “Noites alienígenas”, de Sérgio de Carvalho
    • Melhor direção: Cristiano Burlan, “A mãe”
    • Melhor longa (júri popular): “Marte um”, de Gabriel Martins
    • Melhor ator: Gabriel Knoxx, “Noites alienígenas”
    • Melhor atriz: Marcélia Cartaxo, “A mãe”
    • Menção honrosa: Adanilo, “Noites alienígenas”
    • Prêmio especial: “Marte um”, de Gabriel Martins
    • Melhor ator coadjuvante: Chico Diaz, “Noites alienígenas”
    • Melhor atriz coadjuvante: Joana Gatis, “Noites alienígenas”
    • Melhor fotografia: Rui Poças, “Tinnitus”
    • Melhor roteiro: Gabriel Martins, “Marte um”
    • Melhor montagem: Eduardo Serrano, “Tinnitus”
    • Melhor direção de arte: Carol Ozzi, “Tinnitus”
    • Melhor trilha musical: Daniel Simitan, “Marte um”
    • Melhor desenho de som: Ricardo Zollmer, “A mãe”

    Longas gaúchos:

    • Melhor longa: “5 casas”, de Bruno Gularte Barreto
    • Melhor direção: Bruno Gularte Barreto, “5 casas”
    • Menção honrosa: Clemente Viscaíno, de “Despedida”, e filme “Campo grande é o céu”
    • Melhor longa (júri popular): “5 casas”, de Bruno Gularte Barreto
    • Melhor ator: Hugo Noguera, “Casa vazia”
    • Melhor atriz: Anaís Grala Wegner, “Despedida”
    • Melhor fotografia: Ivo Lopes Araújo, “Casa vazia”
    • Melhor roteiro: Giovani Borba, “Casa vazia”
    • Melhor montagem: Vicente Moreno, “5 casas”
    • Melhor direção de arte: Gabriela Burk, “Despedida”
    • Melhor trilha musical: Renan Franzen, “Casa vazia”
    • Melhor desenho de som: Marcos Lopes e Tiago Bello, “Casa vazia”

    Longas estrangeiros:

    • Melhor longa: “9”, de Martín Barrenechea e Nicolás Branca
    • Melhor longa (júri da crítica): “9”, de Martín Barrenechea e Nicolás Branca
    • Melhor direção: Néstor Mazzini, “Cuando Oscurece”
    • Melhor longa (júri popular): “La Pampa”, de Dorian Fernández Moris
    • Prêmio especial: direção de arte de Jeff Calmet, “La Pampa”
    • Melhor ator: Enzo Vogrincic, “9”
    • Melhor atriz: Anajosé Aldrete, “El camino del sol”
    • Melhor fotografia: Sergio Armstrong, “Inmersión”
    • Melhor roteiro: Agustin Toscano, Moisés Sepúlveda e Nicolás Postiglione, “Inmersión”

    Curtas brasileiros:

    • Melhor curta: “Fantasma neon”, de Leonardo Martinelli
    • Melhor curta (júri da crítica): “Fantasma neon”, de Leonardo Martinelli
    • Melhor direção: Leonardo Martinelli, “Fantasma neon”
    • Melhor curta (júri popular): “Elemento tinta”, de Luiz Maudonnet e Iuri Sales
    • Prêmio Canal Brasil: “Fantasma neon”, de Leonardo Martinelli
    • Menção honrosa: “Imã de Geladeira”, de Carolen Meneses e Sidjonathas Araújo
    • Prêmio especial: “Serrão”, de Marcelo Lin
    • Melhor ator: Dennis Pinheiro, “Fantasma neon”
    • Melhor atriz: Jéssica Ellen, “Último domingo”
    • Melhor fotografia: Fernando Macedo, “Último domingo”
    • Melhor roteiro: Fernando Domingos, “O pato”
    • Melhor montagem: Danilo Arenas e Luiz Maudonnet, “O elemento tinta”
    • Melhor direção de arte: Joana Claude, “Último domingo”
    • Melhor trilha musical: ‘Nhanderekoa Ka´aguy Porã’, de coral Araí Ovy e conjunto musical La Digna Rabia, “Um tempo pra mim”
    • Melhor desenho de som: Alexandre Rogoski, “O fim da imagem”

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    vale a leitura