More
    HomeVideoVÍDEO DO ESPINHOSO - Processo contra servidora da Polícia Civil mostra o...

    VÍDEO DO ESPINHOSO – Processo contra servidora da Polícia Civil mostra o que o Espinhoso sabe há muito tempo: o governo e o governador são perseguidores

    Tem gente que, no afã de defender o indefensável, cai no ridículo.

    Esse é o caso de deputados da base aliada do governo, que criaram versões estapafúrdias sobre a clara perseguição a uma funcionária pública da Polícia Civil.

    A funcionária “ousou” postar imagens com o teto de uma delegacia quase desabando sobre a sua cabeça.

    Há crime nisso?

    Acho que não.

    A turma do governo acha que sim.

    É tanto que, por fazer isso, a moça passou a responder a processo administrativo.

    Sem medo de passar vergonha, um dos deputados disse que o governador não é perseguidor e seria contrário à abertura da sindicância.

    Ai entra a falta de senso do ridículo.

    Vou abrir aspas para a fala do deputado:

    “Até onde eu conheço, o governador Gladson Cameli nunca se caracterizou por ser um homem perseguidor. Se consultado fosse, estaria em desacordo. Eu tenho certeza que o governador Gladson não compactua com qualquer ato de perseguição”.

    Fecha aspas.

    Mas deixa o pano do teatro aberto.

    Falo eu.

    O governador Gladson “Dançarino” Cameli é perseguidor e antidemocrata.

    Ele é minado e vaidoso.

    E repito: É, sim, perseguidor e antidemocrata.

    Senti isso na pele.

    Não esqueço que tentou me tirar um apartamento financiado na Caixa Econômica, mas não obteve sucesso.

    Não esqueço as inúmeras vezes em que mandou bloquear as minhas contas bancárias para ficar com os trocados que lá existia.

    Pessoas do governo evitam tirar foto comigo por medo de o seu chefe ver e não gostar.

    Quem fala isso não sou eu. São eles.

    Esse slogan que eu uso, de que ninguém curte, mas não deixa de ver, foi um membro do primeiro escalão que me sugeriu.

    O próprio Dançarino Cameli pediu para me seguir no Instagram.

    Aproveite a siga também.

    Voltando à perseguição.

    Recentemente, uma gestora pública foi condenada a 15 dias de suspensão por cometer o “crime” de denunciar corrupção no governo do Estado.

    E ainda vem dizer que não há perseguição!

    Tenham dó…

    Cito aqui poucos casos.

    Diariamente eu recebo denúncias de assédio moral e até sexual.

    Todas pessoas relatam o medo que impera nos órgãos públicos.

    Voltando à Polícia Civil.

    A queda de um teto em delegacia é o menor dos males.

    Nenhuma instituição foi tão desmoralizada e desmontada como a Polícia Civil pelo atuar governo.

    Chove denúncias contra o comando da pasta, mas o governador finge que nada ver.

    Há que diga que isso acontece porque a Polícia Civil parou de investigar o que acontece muito dentro do governo: corrupção.

    Pode até não ser verdade.

    Mas é evidente que a Delegacia de Combate à Corrupção foi praticamente desmontada por investigar corrupção demais.

    Esses deputados aliados….

    Sobre o governador não saber da abertura do processo contra a servidora da Polícia Civil fica a pergunta:

    Ele sabe de alguma coisa que acontece sob as suas barbas?

    Fui.

    Um forte abraço e um cheiro do Rosas.

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    vale a leitura