Vereadores de Rio Branco faturam com diárias para “trabalhar no litoral”

A crise econômica pela qual passa o Brasil parece não ter atingido a Câmara de Vereadores de Rio Branco. O Portal da Transparência do legislativo municipal traz informações que fazem crer que, ali, dinheiro está saindo pelo ladrão. Não bastasse um vereador receber até R$ 229 mil por ano em salários, os mesmos ainda “ganham” dos contribuintes viagens que têm como argumento a participação em cursos e outras atividades voltadas aos edis.

O curioso é que geralmente esses cursos acontecem no litoral nordestino. Recentemente, o Fantástico, programa exibido pela Rede Globo nas noites de domingo, denunciou um esquema em que vereadores em todo o Brasil se inscrevem em cursos, mas fazem passeios turísticos com tudo pago pela população. Na ocasião, a equipe do jornalístico esteve em sete estados para mostrar como funcionam os cursos e conseguiu comprar até diploma em nome de vereador que já morreu.

Nesta quarta-feira, 11, o Portal do Rosas recebeu uma denúncia de que tal prática estaria ocorrendo na capital acreana e entrou em contato com o presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, vereador Antônio Morais. Ao ser questionado sobre uma suposta farra de diárias para passeios em ambientes paradisíacos, Morais disse que a acusação não procedia. Segundo ele, os cursos acontecem em diversos estados Brasil afora e não apenas nas praias do Nordeste. “As diárias são para os vereadores pagarem estadia, alimentação e andar pra cima e pra baixo”, lembrou, antes de afirmar que os cursos não seriam fantasmas, e completou: “O vereador tem que mostrar o certificado do curso, comprovar que participou, apresentar a guia das passagens… É tudo normatizado. E essa é uma maneira do vereador se capacitar”.

Outro ponto levantado pelo denunciante anônimo ao Portal do Rosas é de que a suposta farra de diárias seria uma forma encontrada pelos vereadores de engordar os já polpudos salários. O que também foi negado pelo presidente da Câmara de Rio Branco. Os vencimentos dos parlamentares variam entre 12 e 17 mil reais.

Se é ou não verdade que as diárias são usadas como incremento salarial, o fato é que os números impressionam. Só o vereador Railson Correia recebeu, apenas em 2019, mais de R$ 30 mil em diárias. Fora os valores gastos com as passagens utilizadas para ir cinco vezes até Brasília e duas para o litoral nordestino – também custeados pela Câmara. Correia foi o campeão de diárias; em segundo lugar ficou Célio Gadelha, que teve depositado em sua conta R$28.655,97; seguido por N. Lima e João Marcos Luz, ambos com R$ 26.776,89 em recebidos, Clézio Moreira (R$ 26.307,12), Raimundo Neném (R$ 25.837,35) e Lene Petecão (R$ 25.367,58). Alguns desses valores ainda serão alterados, já que viagens até o fim do ano estão programadas – inclusive nas férias dos parlamentares.

Outro que chama atenção pelos valores embolsados é o neófito Laercio da Farmácia. O vereador que assumiu o mandato recentemente, após a renúncia de Sandra Asfury, não figura entre os campeões de diárias, mas se destaca por viajar nos meses de agosto, setembro e outubro. Imediatamente após assumir uma cadeira no legislativo, em julho deste ano. Pelas idas ao Nordeste e Brasília, Laercio faturou mais de R$ 15.500,00.

Entre os destinos prediletos estão as paradisíacas Maceió/AL, Recife/PE e Natal/RN, além de João Pessoa/PB, Fortaleza/CE e a carnavalesca Salvador/BA. Sobre o fato de Brasília disputar com as praias nordestinas a preferência dos parlamentares, o denunciante garante tratar-se do jogo da política. É que a capital federal concentra o poder e as cúpulas partidárias. Logo, haveria, assim, a necessidade do deslocamento até aquela cidade para tratar de assuntos referentes às disputas partidárias locais e até mudanças de siglas. Esse argumento também foi rechaçado pelo vereador Antônio Morais.

Com o Natal se avizinhando e muitos rio-branquenses ainda sem saberem se irão desfrutar de uma ceia digna, a verdade é que as moedas das diárias continuarão tilintando nos bolsos dos vereadores – os reis da praia. E de Brasília.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami