Vereador Fábio Araújo cobra que Bocalom explique ausência enquanto a cidade vive situação de emergência

Assessoria


Na sessão online da Câmara Municipal, nesta quinta-feira (18), o vereador Fábio Araújo, líder do PDT na Casa, voltou a cobrar respostas do prefeito Tião Bocalom e sua presença na cidade que enfrenta situação de emergência, uma vez que ele usou como justificativa mais uma ida à Brasília, já na próxima semana, para somente comparecer em plenário virtual, atendendo a requerimento dos vereadores, no dia 02 de março.


“Nós precisamos que o prefeito compareça para prestar esclarecimentos sobre as ações da Prefeitura em relação à pandemia de Covid-19, o surto de dengue e a assistência do Município diante da alagação”, disse o vereador, que apresentou requerimento da bancada do PDT, aprovado pela Câmara na semana passada.
Fábio Araújo questiona ainda as justificativas do prefeito para suas constantes idas à capital federal.


“O que questiono é que, sempre sob alegação de buscar recursos, o prefeito se ausenta quando a população mais precisa como fez na primeira semana desse mês, quando os igarapés inundaram casas e desabrigaram pessoas e Bocalom estava ausente, em Brasília, dizendo que precisou protocolar um pedido R$ 200 milhões para recuperação do Igarapé do São Francisco. Recursos esses que já foram anunciados pelo o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, ainda no ano passado, antes mesmo de ele ser candidato a prefeito”, ressaltou ao reproduzir para seus pares um vídeo postado em redes sociais, com data de 16 de julho de 2020, em que o ministro aparece com o senador Márcio Bittar, a deputada Jéssica Sales e o deputado estadual Roberto Duarte, todos do MDB.


Para o vereador pedetista, as alegações do prefeito não se sustentam. “Não justifica a ida do prefeito a Brasília no momento em que nossa população mais precisa da presença dele aqui. Quero mais uma vez pedir a atenção do prefeito a gente precisa cuidar do nosso povo, a gente precisa cuidar da cidade de Rio Branco. Brasília não alaga e suas idas lá podem ficar para depois que essa situação ode emergência passar.”, concluiu.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami