Ulisses Araújo pode estar exercendo o posto de coronel da ativa da Polícia Militar de forma irregular

Comandante da Polícia Militar do Acre, o ex-candidato a governador Ulisses Araújo pode estar ocupando o posto de coronel da ativa de forma que confronta com o estatuto da corporação.

Ulisses foi promovido a coronel no dia 21 de agosto de 2014. A sua promoção foi assinada pelo então governador Tião Viana.

Ele está, portanto, há quase seis anos no posto mais elevado da Polícia Militar.

O estatuto da corporação, no seu artigo 98 estabelece os critérios para o militar ser transferido “ex officio” para a reserva remunerada.

Um dos itens diz que o oficial deve ir para a reserva sempre que ultrapassar cinco anos no posto de coronel. O que é o caso de Ulisses.

Semana passada, Ulisses Araújo anunciou que pretende concorrer ao governo nas eleições de 2022, mas foi obrigado a recuar.

Fato é que tem muita gente de olho no seu posto, esperando a promoção.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami