TV Espinhosa – Recado para quem diz que político rico não precisa roubar: Paulo Maluf e Fernando Collor sempre tiveram dinheiro a rodo

Político nacionalmente conhecido, Paulo Salim Maluf nasceu em berço de ouro.

Sempre foi um homem rico, de família rica.

Fernando Collor de Mello também sempre esbanjou riqueza.

Ambos, porém, não são conhecidos apenas pelos grandes patrimônios.

Maluf e Collor são famosos por envolvimento em casos de corrupção.

São provas de que nascer e ser rico não é sinônimo de honestidade.

A TV Espinhosa está no ar.

Deixei para falar sobre essa assunto agora porque esperei algo mais convincente para não cometer injustiça.

Não sou daqueles que batem palmas para as operações espetaculosas da Polícia Federal.

Na verdade, sou até muito critico por saber o tanto que elas prejudicam as imagens dos investigados e dão pouco resultado.

Mas, quando uma Operação vem chancelada por decisão de uma ministra do Superior Tribunal de Justiça, devemos olhar com mais cuidado.

Penso que uma ministra não iria, sem substância, determinar que policiais federais fizessem buscas e apreensões na casa do governador do Estado e dos seus parentes.

Acredito que a ministra não mandaria a policia adotar processos de investigação no Palácio do governo sem que houvesse fortes indícios de ilícitos.

O que aconteceu semana passada foi um fato inédito na história do Acre.

Nunca a Polícia Federal foi à casa de um governador ou ao Palácio atrás de mal feitos.

Não há conhecimento de que um governador tenha submetido os seus pais, idosos, a tamanho constrangimento.

Gladson Cameli deve explicações à sociedade.

Dessa vez não dará para culpar os seus secretários.

O alvo foi ele e os seus parentes.

Deve vir mais coisas nos próximos dias.

Defensores de Gladson Cameli dizem que ele não precisaria mergulhar no lamaçal de corrupção porque nasceu rico.

Pode ser, até porque nunca mergulharam na origem da riqueza da sua família.

Esse é tema para maior aprofundamento.

Só digo duas coisas.

A primeira é que o rico Gladson Cameli vive há quase quinze anos da política.

A segunda é que Paulo Maluf e Fernando Collor também nasceram rico.

E tanta riqueza não impediu que enveredasse, pelo caminho da corrupção.

Corrupção, portanto, não é coisa de preto e pobre.

Até porque preto e pobre, na sociedade, preconceituosa em que vivemos, dificilmente chegariam ao cargo de governador.

=====

Essa vai doer

=======

Será que Gladson Cameli sabia mesmo da Operação Ptolomeu antes de ela acontecer?

Ele disse que sim.

Se sabia, quem informou por meio da ‘Rádio Peão”?

Acossado, ele negou.

Mas o vídeo está ai, para quem quiser ver.

Será que a PF ficará calada ou vem barulho bom ai?

Fui.

Vida que segue.

Se quiser e puder contribuir para o Espinhoso se manter vivo, a chave pix está no fim do vídeo.

Tchau, forte abraço e um cheiro do Rosas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami