TV ESPINHOSA – Quem está interessado no empréstimo que o governo Gladson Cameli quer direto da Bolívia?

O governo do Estado encontrou uma solução Vip para a segurança nas unidades de Saúde.

Vip é o nome da empresa de segurança privada da família do coronel aposentado Ulisses Araújo, que assessora o governador Gladson Cameli justamente na área de Segurança.

Seria risível, se não custasse tanto ao contribuinte.

Essa turma perdeu a noção do que é seguro ou inseguro na administração pública.

A TV Espinhosa

Deputado foram pegos de surpresa com mais um pedido de autorização para o governo Gladson Cameli contrair empréstimos.

A surpresa não é estranha porque, até agora, o governo foi autorizado pedir empréstimos na ordem de dois bilhões, cento e setenta milhões de reais.

Em três instituições bancárias.

Não conseguiu nem preparar os projetos.

Some-se a isso mais um bilhão e trezentos milhões que o ex-governador Tião Viana deixou em caixa para obras.

Dinheiro tem.

Falta gestão.

Agora, Gladson Cameli quer mais cinquenta e um milhões de dólares de uma instituição que tem sede na Bolívia de Evo Morales.

Trata-se de uma tal de Fonplata, um banco de desenvolvimento sediado em Santa Cruz da La Sierra.

Embora tenha sido concebido no final de década de mil novecentos e sessenta, a Fonplata só conseguiu o status de banco de desenvolvimento em 2018.

Claramente, esse dinheiro será usado para Gladson Cameli renovar as promessas feitas para se eleger, como as construções das pontes em Xapuri e Sena Madureira.

É um balaio de promessas.

E o rapaz é bom de prometer, só não cumpre.

Disse que não paga nem promessas à Nossa Senhora da Glória, a padroeira de Cruzeiro do Sul.

A oposição quer saber quem está fazendo o lobby para trazer a boliviana para o Acre.

Tenho as minhas suspeitas.

Mas, como diria uma conhecida colunistas social, não digo nem sob tortura.

Quero distância de processo.

=========

Essa vai doer

========

Prefeitos e empreiteiros caem nas ciladas do governador porque querem.

O governo anunciou um pacote de obras nos municípios, que na verdade é um embrulho.

Ou um embuste.

Para vários municípios, foi anunciado investimento inferior a sete milhões de reais.

Isso é esmola.

Empresas de outros estados ou de parentes do governador estão levando muito mais sem licitação.

Uma vez, um professor universitário declarou que a iniciativa privada é órfã de iniciativa.

Sabe que ele tinha razão…

———

Fui.

Vida que segue.

Se quiser e puder, contribua para manter esse espinho afiado.

A chave Pix está no fim do vídeo.

Tchau, forte abraço e um cheiro do Rosas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami