TV Espinhosa – Discurso da vacina continua servindo para imunizar incompetência do governo e das prefeituras

Lembro como se fosse hoje.

Quando as primeiras doses de vacina contra a Covid-19 chegaram ao Acre, o governador Gladson Cameli fez uma festa.

Parecia que todos os problemas haviam se acabado.

Prometeu o que não podia entregar.

Passou a usar uma camiseta com a hastag: vacinamedêqueeutomo.

E o negócio viralizou nas redes.

Teve até dancinha desengonçada aos lados de um casal de Zé Gotinhas.

Se você não lembra, veja o vídeo:

Vamos ver isso e muito mais na TV Espinhosa

Antes, peço que curta e compartilhe o vídeo tanto no Facebook quanto no YouTube.

No YouTube, além de se inscrever, peço que ative o sininho para receber notificações.

Essa TV Espinhosa e o Portal de Rosas não têm patrocinadores.

Sobrevivem de doações de quem acredita num jornalismo combativo e verdadeiro.

Se puder, colabore!

A chave Pix está disponível no seguinte endereço eletrônico: www.portaldorosas.com.br.

Vamos lá?

O governo Gladson Cameli volta a mentir para a população.

O governador declarou no fim de semana que o Ministério da Saúde deixará de mandar doses extras de vacina porque o Acre não aplicou as doses estocadas.

Ele que fugir de uma promessa que fez anteriormente jogando a bola para outro gramado.

Para o quintal do vizinho.

O que Gladson disse está longe de ser verdade.

O Acre, realmente, está vacinando a passos de jabuti.

Mas as doses extras não virão porque não tem vacina no Brasil para privilegiar um Estado, em detrimento de outro.

A crise sanitária é generalizada.

Vou aqui repetir a frase de Gladson Cameli:

  • Como vamos aumentar o número de doses de vacina distribuídas pelo Ministério da Saúde, se não demos conta de vacinar as doses já enviadas?

Longe de ser encarada como algo normal, a declaração é demonstração clara de incompetência.

De falta de liderança.

É fato que a responsabilidade de vacinar é dos municípios, mas cabe ao Estado acompanhar o processo de perto.

O que não pode haver é a politização de algo que mexe com vida.

Gladson Cameli não conversa com alguns prefeitos, o que é imperdoável.

O Acre precisa de união.

Eleição ou reeleição devem estar em segundo plano.

Ao contrário do que diz, nenhuma dose de vacina chegou ao Acre por meio do esforço pessoal do governador.

Vieram por meio do Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.

Por isso, o governo não pode assistir de camarote a inércia das prefeituras.

Agir assim, é, no mínimo, se cúmplice.

Ser omisso.

Ao longo desse período de pandemia, sempre que lhe é favorável, o governador tenta tirar proveito politico da vacina.

No geral, já prometeu comprar quase dois milhões de doses.

Não chegou uma.

E nem vai chegar.

Quando os problemas surgem, a culpa passa a ser dos prefeitos.

É inadimissível tanta mentira envolvendo algo tão importante.

Quando da chegada das primeiras vacina, no período em que o governador fazia dancinhas, o governo fez uma propaganda dizendo que o Acre estava tendo a maior vacinação da história.

Vou reproduzir a mentira para que não seja esquecida.

Até agora, a maior vacinação da história do Acre foi feita entre os anos de 1999 e 2000.

Aconteceu no primeiro mandato do petista Jorge Viana, com a articulação do então senador Tião Viana.

Falo da vacinação contra hepatite B.

O Acre recebeu, até hoje, cento e setenta e quatro mil, setecentos e noventa doses de vacina contra Covid.

Aplicou novena mil, quatrocentos e oitenta.

Há setenta mil e quarenta doses em estoque.

Depois da pressão, o governador fala em mutirão para vacinar nos municípios.

Por que ele levou tanto tempo para determinar o óbvio?

Santa incompetência, Batman!

E o que diria o menino prodígio Robin.

Mas a vida segue.

Gostou dessa TV Espinhosa?

Curta e compartilhe.

Siga o Portal do Rosas no YouTube e ative o sininho para receber notificações.

Ajude a manter esse canal independente vivo, ativo e afiado.

Colabore com a nossa campanha de apoio.

O espinhoso aqui agradece.

Tchau e até a próxima com cheiro de Rosas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami