TV ESPINHOSA – Cardápio de candidatos ao governo parece indigesto; Jenilson é a novidade

Olá! Bom dia, boa tarde, boa noite.

Esteja você em qualquer lugar e horário desse planeta terra, que é redondo, viu?

Pobre Acre, triste Acre.

Quem tem bom senso, gosta do Estado e se preocupa com o futuro, já parou para pensar sobre as opções que teremos para as eleições de dois mil e vinte e dois?

É bom começar a refletir.

Nada é tão ruim que não possa piorar.

Vamos falar sobre isso?

A TV Espinhosa, com mais espinhos do que Rosas, está no ar.

Para você que tem fome de democracia, aviso que cardápio eleitoral não está entre os melhores para as eleições do próximo ano.

Nem falarei sobre o meu nacional. Nesse há pessoas mais qualificadas para abordar.

Vou ficar aqui mesmo na nossa aldeia.

Meu amigo, minha amiga, obviamente que você notou que, por enquanto, se apresentaram como postulantes a governar o Acre apenas dois nomes.

Um é do atual ocupantes da cadeira, que até agora fez muita coisa, menos governar.

Gladson Cameli vive bradando que não precisa de política.

É uma inverdade como tantas outras quem saem da sua boca.

Acho que a política é que não precisa dele.

Gladson nunca trabalhou.

Vive de politica desde os vinte e nove anos.

E o que é pior: não é dado a falar a verdade.

Agindo como o filho de Gepeto, aquele boneco que cresce o nariza a cada mentira, o rapaz vem conquistando mandato atrás de mandato.

Agora, está pronto para renovar o estoque de potocas para usufruir de mais quatro anos de poder.

Nas asas de Gladson, a mentira tem conseguido chegar longe.

Resta saber quando ela será abatida.

A outra opção posta no tabuleiro é a do senador Sérgio Petecão.

Político matreiro, Petecão caminha para mais de trinta anos de mandato sem entrar em polêmicas.

Tem sobrevivido e aumentado, a cada eleição, o número de votos.

Só que para chegar ao governo do Estado, ele precisará mostrar saber muito mais do que pedir votos e vender gasolina, como costuma dizer sempre que pretende fugir de polêmica.

Qualquer pessoa minimamente consciente sabe que tanto Gladson quanto Petecão não têm o perfil necessário para apontar rumos para o Acre.

Abro um parênteses para o senador: ao contrário do governador, ele não é dado a faltar com a verdade.

Petecão age é conhecido por cumprir acordos, o que é muito valiosos na politica.

Caso consiga se eleger governador, Petecão, que só sabe pedir votos e vender gasolina, dificilmente faria como o atual ocupante da cadeira: iria se cercar de técnicos competentes.

Mas tanto Gladson quanto Petecão têm em comum o fato de serem apoiadores do presidente da República Jair Bolsonaro.

São, portanto, cúmplices do genocídio vivido no Brasil.

Se há dois bolsonaristas no páreo, como ficam os partidos de oposição, os de esquerda?

Esse partidos começaram a se movimentar, mas parece está faltando animação.

Embora seja muito falado, o petista Jorge Viana dificilmente topará entrar no jogo para o governo.

É mais fácil disputar uma cadeira no Senado do que tentar ser governador.

A conta é simples: num cenário povoado de candidaturas, vencer para o Senado é menos difícil.

Com Jorge Viana fora, no campo da oposição, surge como novidade o nome do deputado estadual Jenilson Leite.

Parlamentar atuante, Jenilson qualificaria o debate.

Seria o novo e melhoria o cardápio do opções.

O problema é que na hora do voto, muitas pessoas famintas pela vantagem imediata, preferem receber as migalhas momentâneas para passar a maior parte da vida lambendo os beiços como refeição principal.

E a vida segue.

E os políticos mentirosos e despreparados vão se dando bem.

Gostou desta TV Espinhosa?

Curta e compartilhe tanto no Facebook quanto no YouTube.

No YouTube ative o sininho para receber notificações.

Se quiser e puder colaborar para o Portal se manter vivo e ativo, a chave PIX está aqui embaixo.

O Espinhoso aqui agradece.

Tchau e forte abraço com cheiro de Rosas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami