TV Espinhosa – Ao cobrar compra de vacina por governadores, Marcio Bittar ataca Gladson Cameli

Olá!!!

Meu amigo, minha amiga, quantas vezes você ouviu a promessa de compra de vacina pelo governador Gladson Cameli?

Foram inúmeras vezes, não foi?

Você também tem visto com frequência o governador falar sobre a aliança com o senador Marcio Bittar, estou certo?

Pois bem, com um aliado desses é melhor ter inimigo declarado.

Vamos ver isso na TV Espinhosa?

Antes, peço que curta e compartilhe o vídeo tanto no Facebook quanto no YouTube.

Vamos lá?

Ex-militante do PCB, o solteirão Marcio Bittar está convertido num Bolsonarista convicto.

Está se dando bem na história.

Na verdade tem milhões de motivos para fazer a defesa cega e doente de um governo que tem características genocidas.

Dessa vez, para defender o gol contra do seu presidente da República, que chamou a Copa América para um Brasil de mais de quatrocentos e sessenta mil mortos por Covid, o aventureiro atacou, indiretamente, o seu aliado Gladson Cameli.

Ignorando as promessas do aliado acreano, Bittar disparou:

  • Cadê a vacina que os governadores iriam comprar?

Ignorante aposta na ignorância alheia para se dar bem.

Primeiro, a responsabilidade pela vacinação brasileira é do governo federal.

Esse governo federal que ignorou as ofertas de vacina feitas por laboratórios do exterior e do Brasil.

A CPI da Covid está deixando tudo muito cristalino.

Em segundo lugar, se existe vacinação no Brasil é porque o governador de São Paulo, João Dória, contra as criticas de Jair Bolsonaro e os seus bolsominions resolveu investir na Coronavac.

Em terceiro lugar, os governadores resolveram comprar vacinas para não se omissos como foi o governo federal.

A compra não foi efetivada porque, estranhamente, a Anvisa travou a negociação da Sputinik V.

Eram mais trinta e sete milhões de doses para vacina brasileiras e brasileiros.

Quando criticar os governadores para defender o indefensável, o senador turista ataca ao seu aliado doméstico.

É certo que Cameli não trouxe uma dose de vacina, mas não podemos negar que tentou.

Gladson prometeu primeiro um milhão de doses de vacina e depois setecentas mil.

Por mais que eu seja crítico do governo e do governador, devo admitir que nessa história ele não tem culpa.

Na verdade, Marcio Bittar é aliado de Gladson Cameli da boca para fora.

Quando abre a boca, expõe o que o seu cérebro pensa e trama.

Ele mesmo disse, certa vez, que Gladson estava longe de ser o candidato dos seus sonhos.

Ao fazer a defesa de Bolsonaro, na verdade, ele dá um chute nas partes baixas de Gladson Cameli, a quem vem jurando amor e lealdade.

A Copa América é um gol contra a saúde pública sim.

Mas o chute dolorido de Bittar foi em Gladson Cameli.

E vai chegar o momento que do pescoço para baixo será canela.

E a vida segue.

Gostou desta TV Espinhosa?

Curta e compartilhe tanto no Facebook quanto no YouTube.

No YouTube ative o sininho para receber notificações.

O Espinhoso aqui agradece.

Tchau e forte abraço com cheiro de Rosas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami