TV ESPINHOSA – Aconteceu o esperado: Bolsonaro provou que não tem prova contra urna eletrônica

Um espetáculo de horror, de agressões e mentiras.

Assim pode ser classificada a live do presidente da República, Jair Bolsonaro, na última quinta-feira.

Como previsto, a única coisa que ele provou foi que não tem prova alguma contra a segurança das urnas eletrônicas.

Prestou-se a um papelão.

Foi Patético.

Patético e perigoso.

A TV Espinhosa está no ar.

A montanha pariu um rato.

Um rato perigoso.

Em vez de provar irregularidades nas urnas eletrônicas, Jair Bolsonaro provou que é um desqualificado para o cargo que exerce.

Provou que faz a opção por fake news, inverdades e ataques às instituições para agredir à democracia.

Mais uma vez cometeu crime de responsabilidade.

Segundo o colunista Leonardo Sakamoto, do jornal Folha de S.Paulo, o presidente vai entrar para a história como a maior metralhadora de mentiras por minutos contadas por um gestor.

Ele não está errado.

Todos os especialistas consideram os ataques do presidente como algo criminoso

E realmente é.

Em vez de provar alguma coisa, Jair Bolsonaro recorreu a vídeos antigos e boatos falsos propagados nas redes sociais.

Mentir é com ele mesmo.

Somente no ano passado, Bolsonaro deu mil, seiscentos e oitenta e duas declarações falsas ou enganosas.

É como se faltasse com a verdade mais de quatro vezes por dia.

O estudo é do Artigo 19, organização britânica de defesa de liberdade de expressão.

Esse estudo revela que o presidente não mente apenas eventualmente, mas sistematicamente.

A mentira é um método bolsonarista de fazer politica.

Ele mente para confundir e tumultuar.

É um homem perigoso.

Para frear essa escalada, é imperioso que as instituições se unam na defesa da democracia.

Essas instituições precisam reagir urgentemente, sob pena serem tragadas por quem aposta na desmoralização institucional para se manter no poder.

Felizmente, ainda que tardiamente, o Judiciário começou uma reação.

Tanto o TSE quanto o STF começaram a reagir de forma mais dura.

Combatendo as mentiras com a verdade.

No momento da live, a comunicação do TSE combateu com a verdade todas as mentiras.

Afinal, uma mentira repetida mil vezes não pode, jamais, ser transformada em verdade.

Bolsonaro não teme a urna eletrônica. Teme a derrota, que parece bater à sua porta.

Setores da imprensa nacional revelam que um ministro do STF tachou Bolsonaro de moleque.

O nome do ministro não foi revelado.

Sem nem o ministro veio a público dizer isso, não serei eu que o farei.

O que posso dizer é que mentir diariamente para ferir a democracia não é coisa de gente séria, que é molecagem.

Vida que segue.

Tchau, forte abraço, com cheiro de rosas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami