TV Espinhosa – A verdade sobre o suposto R$ 1 bilhão de Marcio Bittar para o Acre é como o orçamento bloqueado pelo STF: secreta

Contando com o apoio da imprensa paga e com um exército nas redes sociais, Marcio Bittar, Gladson Cameli e companhia tentam plantar uma versão fantasiosa sobre a suspensão do chamado orçamento secreto.

Alegam que o Acre pode perder um bilhão de reais em emendas.

Essa turma mente em tudo.

A verdade, para eles, é secreta.

Onde está mesmo esse recurso?

Ah, lembrei!

É secreto.

A TV Espinhosa está no ar.

Sabe por que o STF suspendeu, por oito votos a dois, o orçamento secreto?

Respondo.

Porque é ilegal, imoral e estava engordando caixa de corrupção.

Porque também é inconstitucional.

Porque está longe de ser republicano.

Porque o dinheiro público tem que ser usado com transparência.

Porque os bilhões estavam sendo usados para comprar apoio político ao presidente Jair Bolsonaro.

Porque há denúncia de corrupção.

O mundo sabe que governo Bolsonaro tem utilizado essas emendas para turbinar os repasses de parlamentares aliados aos seus estados em troca de apoio no Congresso.

É um artifício pelo qual o relator do Orçamento, no caso Marcio Bittar, tem o poder de encaminhar diretamente aos ministérios sugestões de deputados para aplicação de recursos da União.

O problema é que essas movimentações não vêm acompanhadas dos nomes do parlamentares que figuram como autores das solicitações.

A ministra Rosa Weber não determinou muito.

Ela, além de determinar a suspensão dos pagamentos para 2021, também mandou que todas as demandas de parlamentares voltadas à distribuição de emendas de relator sejam registradas em plataforma eletrônica centralizada do órgão central do Sistema de Planejamento e Orçamento Federal.

Tudo coisa muito simples para quem gosta de fazer a coisa correta.

Vamos falar de recurso para o Acre.

Para este ano, as emendas indicadas por Márcio Bittar equivalem a dezesseis bilhões e oitocentos milhões de reais, para o Brasil inteiro.

Até o momento, três bilhões e oitocentos milhões foram pagos.

Outros nove bilhões reais estão apenas empenhados.

Veja bem: foram doze bilhões e oitocentos milhões para parlamentares de todo o país, entre pagos e empenhados.

A decisão do STF paralisou a execução do orçamento, congelando qualquer movimento em R$ 13 bilhões.

Desse bilhões, alguém sabe onde está o um bilhão destinado ao Acre?

Eu não sei, quem sabe?

Sejam transparentes, Bittar e Cameli, mostrem os valores pagos e empenhados para o Acre.

Não irão mostrar porque não tem esse um bilhão.

Essa é a verdade secreta.

========

Essa vai doer

========

Há muitas histórias sobre essas emendas secretas.

Mas a verdade é que elas estavam servindo para tentar pavimentar a candidatura da ex-esposa ou esposa de Marcio Bittar.

Promessas estavam sendo feitas em públicos com um dinheiro secreto.

Dinheiro esse que é meu, seu e de todos nós.

E agora, dona Aurora?

Ah, Marcio Bittar disse que, em dois anos, fez mais do que foi feito nos 20 anos dos governos do PT.

É deve adoram piadas sem graça.

====

Fui!!!

Vida que segue.

Se quiser e puder, contribua para manter o espinho afiado.

A chave pix está no fim do vídeo.

Forte abraço e um cheiro do Rosas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami