“Tirar dinheiro da educação é crime”, afirma Daniel Zen sobre relatório do senador Márcio Bittar

“Tirar dinheiro da educação é crime”, afirma Daniel Zen sobre relatório do senador Márcio Bittar

Da assessoria

O deputado Daniel Zen fez um repúdio, nesta quarta-feira, 30, durante sessão online da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) contra as propostas do relator do orçamento geral da união, senador Márcio Bittar (MDB/AC), apresentadas nesta semana.

O senador sugeriu retirar recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Novo Fundeb) para custear uma proposta do programa Renda Cidadã.

O deputado Daniel Zen sugeriu que ao invés de retirar recursos da educação, Bittar deveria cobrar os devedores que devem milhões para o Governo Federal. “O senador vai buscar recursos na educação para custear propostas de cunho eleitoreiro, isso é grave. Ao mesmo tempo, ele também propõe tirar dinheiro de precatórios que o governo tem com pessoas físicas”.

Para o parlamentar, essas propostas são uma vergonha para todos que defendem a educação e uma gestão financeira correta. “É assim que o Governo Federal quer custear o seu novo programa de distribuição de renda? Tirando dinheiro das escolas, professores, crianças e daqueles para quem o governo deve”, finalizou.

Leonildo Rosas

Related Posts

PT, PSB, PCdoB, PSOL e PV fazem reunião para iniciar diálogo rumo  às eleições de 2022

PT, PSB, PCdoB, PSOL e PV fazem reunião para iniciar diálogo rumo às eleições de 2022

Sindicalistas da Saúde empossam palhaço Peteleco como governo e o levam para a mesa de negociação com o governo

Sindicalistas da Saúde empossam palhaço Peteleco como governo e o levam para a mesa de negociação com o governo

Falta de palavra do governador é empecilho para acordo com servidores da Saúde e da Educação

Falta de palavra do governador é empecilho para acordo com servidores da Saúde e da Educação

Edvaldo Magalhães volta a cobrar rapidez do governo na sanção de lei que visa contratação de médicos formados no exterior

Edvaldo Magalhães volta a cobrar rapidez do governo na sanção de lei que visa contratação de médicos formados no exterior

No Comment

Deixe uma resposta