Cameli convidou Bocalom; o major pode ter vetado

Tião Bocalom foi convidado por Cameli para assumir a Secretaria de Produção e Agronegócios (Sepa).

Chegou a revelar o convite a amigos.

Disse mais: que passaria a tratar Cameli como inimigo, caso houvesse o desconvite.

Ao aceitar ser secretário, Bocalom não contava que poderia ter mais do que uma pedra no meio do caminho.

O que tem é uma rocha. Ou um Rocha.

Ao levar o nome do Bocalom para conversar com o seu vice, Cameli levou uma trava.

O vice brecou o nome do homem da vaca mecânica.

Rancores da disputa pela direção do PSDB falaram mais altos.

Major e Bocalom conviveram no mesmo ninho tucano. Nunca se bicaram.

Após ter convidado Bocalom, o rapaz declarou ontem que não vai demitir ninguém agora.

O major é o dono da Sepa.

Foi ele quem importou Paulo Salvador Wadt para “rondonizar” o Acre.

Criticado por todos, para se salvar, Salvador terá que beijar as mãos dos seus críticos.

Antes da eleição, Bocalom chamou Cameli de mentiroso.

Deve ter reforçado as suas convicções acerca do caráter do rapaz eleito para governar o Acre.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami