Temendo perder emprego, secretários de Gladson tratam de declarar apoio a Socorro Neri

O jogo é bruto e ficar desempregado em tempo de pandemia é de morte.

Já temendo a caneta do governador Gladson Cameli, secretários de Estado trataram de declarar apoio à prefeita Socorro Neri (PSB).

A fila foi puxada pelo ex-comunista Moisés Diniz, que trocou a bandeira vermelha da foice e o martelo pelo cargo de secretário adjunto de Educação.

Diniz jogou toda a história na esquerda e embarcou o Progressistas, que também foi a Arena da ditadura militar e do controverso Paulo Maluf.

O ex-comunista já anunciou que irá se afastar do Progressistas, cujo candidato a prefeito em Rio Branco é Tião Bocalom, para entrar na campanha da candidata apoiada por Gladson.

Outra que aparentemente defender o emprego é a omissa secretaria de Turismo e Empreendedorismo, Eliane Sinhasique.

Curiosamente, a Pequena, como é conhecida, foi aposta do MDB na disputa para a prefeitura em 2016, quando foi derrotada pelo petista Marcus Alexandre.

Em tese, Sinhasique deveria apoiar o colega de partido Roberto Duarte, de quem é primeira suplente.

Mas não quer trocar o certo pelo duvidoso

Assim como Sinhasique e Moisés, outros ocupantes de cargos deverão fazer declarações semelhantes nos próximos dias.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami