TCE confirma que governo Gladson Cameli comprou livros superfaturados, ao pegar carona de prefeitura do Amazonas

Relatório de Antonio Malheiro determina que ex-secretário de Educação devolva mais de R$ 400 mil ao erário

O ex-secretário de Educação do Estado Mauro Sérgio Ferreira terá que devolver ao erário a quantia de R$ 416 mil. Essa é a decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) publicada no Diário Oficial da corte nesta segunda-feira.

Também recebeu condenação solidária a senhora Denise dos Santos, que trabalhou com o ex-secretário. Ambos também terá que pagar multa de 50% do valor a ser devolvido.

A dupla foi condenada a partir do voto do conselheiro Antonio Malheiro, que foi acatada pela maioria dos membros do TCE.

Em abril deste ano, este Portal denunciou que o governo do Estado havia adquirido, por meio de inefabilidade de licitação, o livro “Entre sol e chuva” por preço acima do praticado no mercado.

Foram comprados 25. 876 unidades pelo valor total de R$ 1,2 milhão.

Após a denúncia do Portal e do vive-governador Wherles Rocha, o TCE fez inspeção e comprovou as irregularidades.

Além do livro Entre sol e chuva, o governo Gladson Cameli adquiriu  22.000 kits de livros para o Programa de Educação de Jovens e Adultos conhecido como EJA.

As aquisições foram feitas por meio de carona, quando o governo do Estado usou preços de licitações feitas por prefeituras no interior do Amazonas.

Na época, Rocha destacou que o Estado não precisaria comprar os livros, bastava requisitar junto ao programa nacional de livro didático, do governo federal. Ele disse não entender também por que comprar 22.000 kits, quando existia apenas 7.000 alunos matriculados no EJA.

Veja mais aqui.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami