Sobrinho de Bolsonaro que assessorava senador flagrado com dinheiro na cueca vai trabalhar com Petecão

Quem tem padrinho forte, não morre pagão no jogo do poder em Brasília.

É o caso, por exemplo de Leonardo de Rodrigues de Jesus, conhecido como Léo Indio.

Léo Índio é sobrinho do presidente da República e assessorava o senador Chico Rodrigues, flagrado pela Polícia Federal com dinheiro da cueca.

Após o escândalo, o sobrinho do presidente pediu exoneração, mas ficou pouco tempo desempregado.

Léo Índio foi nomeado como assessor parlamentar da Primeira Secretaria do Senado, cujo comandante é o senador acreano Sérgio Petecão (PSD).

Para assessorar Petecão, ele ganhará R$ 17.319,31 de salário. No gabinete de Chico Rodrigues recebia R$ 22.943,73.

Leonardo de Rodrigues de Jesus é filho de Rosemeire Nantes Braga Rodrigues, irmã de Rogéria Nantes, ex-mulher de Jair Bolsonaro e mãe dos três filhos mais velhos do presidente – Carlos, Flávio e Eduardo.

Na sua conta no Twitter, o jornalista Ricardo Noblat escreveu: “O Centrão salva e a mamata continua.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami