Semirames Dias volta forte num governo fraco; pelo decreto, secretária pode receber uma semana sem ter trabalhado

Ao chegar hoje na Secretaria da Fazenda (Sefaz), a funcionária do Tribunal de Contas do Estado Semirames Dias deve ter repetido a famosa frase da campeã do Big Brother Brasil Gleice Damasceno.

Dias poderá dizer: “Vocês não sabem o prazer que é estar de volta”.

Demissionária na semana passada, por não concordar com várias pressões para fazer coisas pouco republicanas, a secretária pediu para sair.

Afobado e bravateiro, o governador Gladson Cameli aceitou o pedido de exoneração e descartou o retorno de Dias para o cargo.

Gladson Cameli não contava, porém, com a força que Semirames Dias contava até na sua família.

De Manaus, segundo fonte, veio a ordem do patriarca da família para que a secretária retornasse ao cargo.

O “fobento” Cameli teve que se humilhar e quase implorar para Dias retornar ao cargo.

Ela aceitou, mas impôs condições. Uma delas é que os pagamentos só sejam feitos com o crivo da Sefaz.

Outra condição é que o governador não fique na madrugada, sem ouvir ninguém, anunciando benefícios como o aumento do sublimite do Simples. Coisa que fez e publicou nas redes sociais.

Semirames Dias volta fortalecida.

O governador e o governo ficam mais fracos.

Mas, como é uma mulher correta, a secretária não pode aceitar o decreto de readmissão nos termos assinado por Cameli.

O decreto vem com efeito retroativo ao dia 2 de setembro. Nesse período ela não trabalhou. Não deve, portanto, receber.

Raciocínio semelhante serve para o secretário adjunto do Tesouro Estadual, Raymson Ribeiro Bragado.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami