Ratos são substituídos por pombos no Huerb; pássaro é um dos grandes causadores de doenças

Enquanto o caos grassa nas dependências do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), lindos pombinhos se misturam tranquilamente entre os pacientes.

Parece uma singela imagem, mas é um fato grave.

E demonstra falta de compromisso da administração estadual.

Pode ser comparado ao que acontecia no passado, quando os ratos disputavam espaço com os pacientes.

Os pombos são as aves que mais se aproximam dos seres humanos nos centros urbanos.

Ficam perto o bastante para transmitirem doenças.

Esses animais carregam agentes patogênicos que causam complicações para a saúde humana.

É pena que os responsáveis pela saúde estadual não percebam a gravidade da situação.

Seis principais doenças causadas pela
falta de controle de pombos:

1. Criptococose

A doença infecciosa é causada pelo fungo Cryptococcus neoformans e provoca mudanças no sistema respiratório e nervoso central. A maior frequência da doença é em animais como cães e gatos, mas o ser humano também pode ser afetado. A transmissão pode ser feita através do contato e inalação da poeira contaminada pelas fezes dos pombos.

2. Salmonella

São conhecidas 3 espécies de bactéria: Salmonella subterranea, Salmonella bongori e Salmonella enterica. Elas podem ser transmitidas pelo contato direto e através das fezes das aves ou secreções. Os sintomas da doença são diarreia, cólicas, febre que podem evoluir para septicemia e meningite.

3. Histoplasmose

A doença é causada pelo fungo Histoplasma capsulatum e trata-se de uma micose profunda que afeta órgãos internos como os pulmões. Ela é adquirida através da inalação de microrganismos na poeira originados dos excrementos e penas dos pombos.

4. Clamídia

A patologia é originada da bactéria Chlamydophila psittaci presente nas penas e excrementos das aves contaminadas. O período de incubação da doença é de 5 a 15 dias. Os sintomas são parecidos com a de uma gripe com problemas respiratórios, febre, fadiga e dores de cabeça. O tratamento é através de antibióticos e a recuperação é rápida.

5. Dermatites e alergias

Essas reações nos indivíduos são causadas pela presença de ácaros na pele das aves ou em seus ninhos. A poeira pode levar os agentes passivamente pelo ar.

6. Psitacose

É uma pneumonia rara conhecida popularmente como febre do papagaio. Causada pela bactéria Chlamydia psittaci ela é transmitida pelo contato com secreções e inalação de poeira contaminada das aves. A bactéria pode sobreviver 1 mês causando infecções. Os sintomas são: febre alta, dor de cabeça, nas articulações e musculares e sensação de mal-estar.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami