Secretária da Fazenda de Gladson “superfatura” perda do FPE de janeiro em mais de 20%

Quem trabalha com número quase sempre tem a tendência de puxar os resultados para o lado que lhe interessa.

É o caso da equipe de governo para justificar o não pagamento de fornecedores e prestadores de serviço, por exemplo.

Este Portal publicou que o governo do Estado recebeu R$ 300 milhões a mais do Fundo de Participação dos Estados (FPE) em 2019, em relação a 2018.

Além disso, o erário foi robustecido com outros R$ 150 milhões da cessão onerosa para tapar o déficit previdenciário.

O Portal também publicou que o governo fechou o ano com o saldo de R$ 230 milhões em caixa.

Com tanto dinheiro, portanto, seria injustificado deixar de pagar fornecedores e prestadores de serviço, principalmente da Saúde.

Todos os dados foram levantados no relatório anual publicado pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), no Diário Oficial do Estado.

Mas, como querendo desmentir os fatos, a secretária Semirames Dias apareceu na imprensa, novamente, cantando choro.

Dias declarou houve uma perda de R$ 40 milhões no primeiro repasse do FPE do ano, comparado com o mesmo mês de 2019. Por isso, o governo teve dificuldades arcar com as despesas com a Previdência.

Ela superfaturou a perda em 20,4%.

Em janeiro do ano passado, o FPE foi de R$ 256.681.748,50.

Em janeiro deste ano o montante chegou a R$ 230.237.137,84.

A diferença, portanto, é de R$ 26.284.620,84.

Considerando que havia R$ 230 milhões remanescente de 2019, o prejuízo não foi tão grande.

Para quem pretende acompanhar o que o Estado recebe do governo federal mensalmente, siga o caminho abaixo:

Informações disponíveis em: https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/beneficiario,802,4647,4652,0,1.bbx

Dai, vc segue os seguintes passos:

1º Passo: preenche no campo beneficiário o “Acre”.

2º Passo: informa a data (período). Nesse caso tem que ser feito mês a mês, observando que o repasse ocorre a cada dez dias (dia 10, 20 e 30 do mês).

O que fica para o Estado é a parcela do IPI, do IR e do FUNDEB, dos quais são descontados o PASEP e RFB-PREV-PARC60.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami