Se querem saber quem mandou pintar a Arena da Floresta, procurem a secretária de Educação e Esporte, Socorro Neri

Pintou o maior clima a decisão do governo de mandar repintar o estádio Arena da Floresta com a sua cor original, o amarelo.

Na ânsia de tentar apagar o que foi feito pelos governos do PT, o governador Gladson Cameli (PP) tentou mudar da praça de esporte e fazer uma pintura extremamente esquisita.

Felizmente, voltou atrás.

Essa decisão, porém, gerou controvérsias.

Aliado de primeira hora do governo e do governador, o deputado estadual Gherlen Diz (PP) chegou a pedir a demissão de quem autorizou a pintura.

Se insistir no pedido, o parlamentar deverá ser mais explicito e exigir a exoneração da secretaria de Estado de Educação e Esporte, Socorro Neri, ainda no PSB.

A Arena da Floresta está sob a responsabilidade da secretaria comandada pela ex-prefeita de Rio Branco.

Nota técnica divulgada pelo chefe do Departamento de Manutenção da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, Marcos Maia, deixa isso explicito.

“A pintura do Estádio Arena da Floresta ocorreu primeiramente em 2019, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (SEINFRA). A atual execução é uma conservação do prédio, definida como serviço de engenharia pela Orientação Técnica IBRAOP OT – IBR 002/2009 e pela Lei 8.666 de 1993, e está sendo realizada por contrato de manutenção predial, por meio do Departamento de Manutenção e Serviços Gerais da SEE”, garante.

Marcos Maia não iria desembolsar quase R$ 600 mil na obra sem o aval da sua chefe. É quase certo que nem ordenador de despesa é.

Não veio a público, mas não resta dúvida que quem autorizou a nova roupa da Arena da Floresta foi a secretária.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami