HomeAGÊNCIA BRASILSão Paulo registra maior número de casos de coqueluche desde 2017

São Paulo registra maior número de casos de coqueluche desde 2017


Um surto de coqueluche vem preocupando as autoridades sanitárias de São Paulo. Com 105 casos até o final de maio, já significa mais do que o registrado em todo o ano passado, e também o maior número desde 2017.

A coqueluche é uma doença provocada por bactéria e é considerada altamente transmissível. A infecção atinge o aparelho respiratório e tem como principal sintoma a tosse seca, que persiste por 14 dias ou mais. Como a gripe e a covid, a doença pode ser transmitida pela fala, tosse e espirro. E segundo o Ministério da Saúde, uma pessoa com coqueluche pode infectar, em média, outras 15 pessoas. 

A doença pode ser evitada com a vacinação, e o imunizante contra coqueluche faz parte da pentavalente, que protege contra outras doenças, como difteria e hepatite. Adultos também podem se vacinar, em qualquer Unidade Básica de Saúde. Para quem já está com a doença, o tratamento é feito com antibióticos.

A última vez que o Brasil teve um surto de coqueluche foi em 2014, mas o Ministério da Saúde alertou na semana passada, que vários países do mundo têm tido aumento de casos, e essa onda pode ter chegado por aqui.

Em maio, a União Europeia divulgou um Boletim Epidemiológico apontando aumento da doença em pelo menos 17 países, com mais 32 mil casos notificados de coqueluche entre 1º de janeiro e 31 de março.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

vale a leitura