Roberto Duarte obriga Ministério Público a sair da zona de conforto ao cobrar investigação no contrato da Murano

Foto: Sérgio Vale

O deputado estadual Roberto Duarte (MDB) convidou o Ministério Público do Acre (MPAC) a se movimentar e agir contra as supostas irregularidades cometidas no âmbito da administração estadual.

Desde o início do ano, o governo Gladson Cameli vem se esmerando em cometer atos que afrontam a legislação.

Mesmo diante de casos gritantes de ilícitos, os órgãos de controle permanecem inertes, adormecidos.

Mas agora o Parquet terá que se mexer.

Duarte apresentou ofício à Promotoria Especializada de Defesa do Patrimônio cobrando investigação sobre a contratação da empresa Murano Construções.

Diante da provocação, a promotora Myrna Mendonza terá que agir.

Este Portal do Rosas foi o primeiro a levantar suspeitas sobre a contratação da Murano. Veja matéria abaixo.

Documentos comprovam que não há contrato para recuperação da AC-40; Órgãos de controle têm o dever de acompanhar ata da empresa Murano

Com sede no Distrito Federal, a empresa é detentora de uma ata de preços, no valor superior a R$ 56 milhões, no Instituto Federal de Ceres, em Goiás.

Pendurado na ata, o governo deixou de licitar no Acre, prejudicando, sobremaneira, a construção civil estadual.

A Murano já contratou cerca de R$ 30 milhões, por meio de adesão nas secretarias de Infraestrutura e Segurança Pública.

Roberto Duarte teve um requerimento pedindo esclarecimentos sobre a Murano derrubado, a mando do governo, pela base aliada na Assembleia Legislativa.

A derrubada do requerimento pode custar muito mais caro, se realmente o MPAC for a fundo nas investigações.

Ofício semelhante ao do MPAC foi enviado ao chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, que é obrigado, por força de lei, a prestar os esclarecimentos.

A casa pode cair.

Agora só falta uma representação por extrapolação do limite de gasto com pessoal da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami