Risco de perda de recursos da orla do 2º Distrito por falta de projetos é apenas um dos muitos existentes no governo da incompetência

Acre pode perder mais de R$ 110 milhões em emendas parlamentares se projetos não forem executados até julho

Esta semana, a deputada federal Vanda Milani veio a público reclamar que o governo do Estado pode perder R$ 18 milhões, fruto de uma emendas sua, para a construção da orla do 2º Distrito.

A parlamentar alega que a Secretaria de Desenvolvimento Urbanos e Regional (Sedur) está sendo morosa na elaboração do projeto.

Essa seria uma situação risível, se não trouxesse sérios prejuízos para o erário e, consequentemente, à população.

O que Milani trouxe à baila foi denunciado por este Portal no dia 22 de abril.

Por não fazer projetos, o governo pode perder mais de R$ 110 milhões provenientes de diversas emendas parlamentares.

Esses projetos, necessariamente, devem ser apresentados até julho, sob o risco de os recursos serem devolvidos.

Fato curioso é que o governo Gladson Cameli contratou e gastou milhões de reais com empresas especialistas na elaboração de projetos.

Uma dessas empresas é a  PAS – Projeto, Assessoria e Sistema, que tem sede em Ji-Paraná (RO), mas se alimenta de atas conseguidas por meio de tal Consórcio Intermunicipal de da Área Mineira da Sudene (Cimans).

Veja aqui matéria que aponta como o Acre pode perder recursos.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami