Risco de perda de recursos da orla do 2º Distrito por falta de projetos é apenas um dos muitos existentes no governo da incompetência

Risco de perda de recursos da orla do 2º Distrito por falta de projetos é apenas um dos muitos existentes no governo da incompetência

Acre pode perder mais de R$ 110 milhões em emendas parlamentares se projetos não forem executados até julho

Esta semana, a deputada federal Vanda Milani veio a público reclamar que o governo do Estado pode perder R$ 18 milhões, fruto de uma emendas sua, para a construção da orla do 2º Distrito.

A parlamentar alega que a Secretaria de Desenvolvimento Urbanos e Regional (Sedur) está sendo morosa na elaboração do projeto.

Essa seria uma situação risível, se não trouxesse sérios prejuízos para o erário e, consequentemente, à população.

O que Milani trouxe à baila foi denunciado por este Portal no dia 22 de abril.

Por não fazer projetos, o governo pode perder mais de R$ 110 milhões provenientes de diversas emendas parlamentares.

Esses projetos, necessariamente, devem ser apresentados até julho, sob o risco de os recursos serem devolvidos.

Fato curioso é que o governo Gladson Cameli contratou e gastou milhões de reais com empresas especialistas na elaboração de projetos.

Uma dessas empresas é a  PAS – Projeto, Assessoria e Sistema, que tem sede em Ji-Paraná (RO), mas se alimenta de atas conseguidas por meio de tal Consórcio Intermunicipal de da Área Mineira da Sudene (Cimans).

Veja aqui matéria que aponta como o Acre pode perder recursos.

Leonildo Rosas

Related Posts

Incompetência sem limite: Projeto do anel viário de Brasileia é reprovado por técnicos de empresa contratada pelo Dnit

Incompetência sem limite: Projeto do anel viário de Brasileia é reprovado por técnicos de empresa contratada pelo Dnit

Secretário confirma que máquinas anunciadas pelo governador Gladson Cameli não foram pagas

Secretário confirma que máquinas anunciadas pelo governador Gladson Cameli não foram pagas

Governo não pagou um real por máquinas que não serão entregues pela empresas vencedoras; mais de 27 mil produtores poderão ficar sem ramal

Governo não pagou um real por máquinas que não serão entregues pela empresas vencedoras; mais de 27 mil produtores poderão ficar sem ramal

No Comment

Deixe uma resposta