Rio Branco terá a melhor visualização do eclipse solar, dentre as capitais do Norte

Nesta terça-feira, o Acre e a maior parte do Brasil verá mais um eclipse do Sol a partir das 14h48min (hora Acre). Dentre as capitais do Norte do Brasil, Rio Branco será contemplada com a melhor visualização: cerca de 33% do Sol ficará no escuro, devido à passagem da Lua.

Sol, Lua e Terra vão se alinhar resultando em um eclipse solar. O fenômeno poderá ser visto em sua totalidade em faixas no Chile e Argentina — no Brasil, algumas regiões poderão observar de 9% a 60% do eclipse, excluindo o nordeste onde o Sol já estará se pondo na hora do fenômeno.

Como observar o eclipse?

Aos que vão acompanhar ao vivo é crucial que se utilizem de lentes adequadas. Especialistas ressaltam que óculos escuros tradicionais, chapas de raio-x, negativo de filmes antigos, câmeras digitais e vidros escuros prejudicam a visão se usados para observar o fenômeno.

Pela internet, será possível acompanhar as transmissões pelos sites do ESO, European Southern Observatory, do museu Exploratorium, que será alimentado com imagens do fenômeno. O canal no YouTube do TimeAndDate.com também transmitirá o fato, a partir das 14 horas.

Um eclipse solar acontece, em média, uma vez a cada 18 meses, mas sempre em regiões distintas. Cientistas acreditam que um eclipse solar completo poderá ser observado no Brasil apenas em 2045.

Eclipse Solar

Um eclipse do Sol pela Lua é chamado de eclipse solar. O tipo de eclipse solar depende da distância da Lua à Terra durante o evento. Um eclipse total acontece quando a Terra intercepta a porção da umbra da sombra da Lua. Quando a umbra não atinge a superfície da Terra, o Sol é somente parcialmente oculto, resultando em um eclipse anular. Eclipses solares parciais acontecem quando o observador se encontra dentro da penumbra.

Eclipses solares são eventos relativamente breves, que podem somente ser vistos em totalidade em um trecho relativamente estreito. Sob as condições mais favoráveis, um eclipse solar pode durar 7 minutos e 31 segundos, e pode ser visto em uma região de até 250 km. Entretanto, a região onde uma eclipse parcial pode ser observada é muito maior. A umbra da Lua avança para o leste a uma velocidade de 1.700 km/h, até não interceptar mais a Terra.

Durante um eclipse solar, a Lua pode algumas vezes cobrir perfeitamente o Sol por que seu tamanho aparente é praticamente o mesmo do Sol quando vistos da Terra. “Eclipse solar” é um nome incorreto, na verdade, o fenômeno é descrito mais corretamente como uma ocultação do Sol pela Lua ou um eclipse da Terra pela Lua.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami