Quem for forte, que se garanta; crimes contra o patrimônio aumentam no Acre

Os números apresentados são subnotificados.

Nem sempre as vítimas de roubos procuram as delegacias para registrar queixa.

E, quando procuram, é apenas para cumprir formalidade, pois falta tudo nas unidades.

Preteridos pela nova gestão, os policiais civis trabalham sem motivação. E sem condição.

Na madrugada de sábado, houve mais uma demonstração de que os bandidos na têm hora nem local para assaltar.

Invadiram uma relojoaria instalada no mercado Luiz Galvez, na Baixada da Sobral.

Levaram tudo.

Pequeno comerciante, o proprietário teve um prejuízo calculado em aproximadamente R$ 10 mil.

Os peritos foram ao local, mas dificilmente os assaltantes serão localizados.

Sob a liderança do vice-governador do Estado, Wherles Rocha, a segurança piora a cada dia.

Assaltos e execuções viraram rotina. Pais e mães estão sendo obrigados a tirar os filhos das escolas por determinação das organizações criminosas.

E disseram que a paz passaria a reinar no Acre em 10 dias…

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami