Qual o peso que Gladson carrega no escândalo da compra superfaturada de sacolões?

Aquisições foram feitas com recursos federais, segundo o governador

Em abril do ano passado, ao lado da esposa Ana Paula, o governador Gladson Cameli apareceu todos faceiro posando com sacolões que seriam distribuídos pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Esporte, aos alunos da rede pública. 

Já naquele momento, havia indícios de que as cestas básicas tinham um peso extra: o superfaturamento.

As primeiras denúncias vieram a público por meio deste Portal, que apresentou vários documentos que apontavam indícios de irregularidades. 

Mesmo com esse fardo pesado, Gladson Cameli negou as evidências continuou as entregas.

Quem não fez vista grossa foi o seu vice-governador, Wherles Rocha.

Desafeto íntimo de Gladson, Rocha tinha o controle das forças de segurança e determinou que a Polícia Civil abrisse investigação. Também pediu esclarecimentos ao secretário de Educação e Esporte, Mauro Sérgio Ferreira.

Os deputados petistas Leo de Brito e Daniel Zen também formalizaram denúncias nos órgãos de controle, que até agora não se mexeram.

Quase um ano depois, a Polícia Civi desencadeou uma operação que prendeu empresários e funcionários públicos.

Gladson Cameli tentou tirar o peso das suas costas, dizendo que criou a delegacia especializada para combater a corrupção.

Há parentes de Cameli arrolados pela Polícia na maracutaia.

Cameli, porém, talvez esteja esquecendo que pode ter posando para fotografias com o produto de roubo do dinheiro públicos, as imagens não negam.

Outro detalhe é que as investigações podem descambar para a Polícia Federal, haja vista que, segundo palavras do próprio governador, foram usados recursos do Fundeb.

Declaração de Cameli: “Nós fizemos um levantamento, um planejamento, buscamos recurso junto ao Fundeb para que pudéssemos dar assistência a essas famílias necessitadas neste momento em que não podem sair para garantir o seu sustento”.

O crime, portanto, é federal.

O peso que Cameli carrega neste caso é o da omissão e falta de liderança,

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami