Processado – Presidente da Associação dos Praças da PM denuncia suposta perseguição e diz que não vai se calar

O presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar do Acre, Igor Santos, divulgou vídeo nas redes sociais para dizer que ninguém vai lhe calar.

Santos responde a processo criminal por, supostamente, incitar à desobediência, à indisciplina ou à prática de crime militar.

“Isso aconteceu após a Secretaria de Justiça e Segurança Pública fazer um relatório das minhas postagens reivindicatórias nas redes sociais e encaminhar em ofício ao Ministério Público e ao comando da Polícia Militar, PMAC, solicitando providências”, explicou.

O militar lembrou que é sou presidente da entidade desde 2015, ressaltando que, em todos os governos, teve atuação incisiva em defesa dos interesses da categoria.

“Nunca havia acontecido de ser perseguido ou sequer aberto procedimento disciplinar contra a minha pessoa, pois sempre tive o cuidado de procurar não ofender ou denegrir o individualismo de qualquer autoridade, minhas ações sempre foram imparciais, reivindicatórias e legítimas”, argumentou.


Segundo o militar, no atual governo ele iniciou e está terminando a gestão respondendo a processos.

“Passamos os últimos três anos clamando para que o governo cumprisse o seu compromisso com a classe e nesse tempo fizemos vários embates e protestos”, disse.

Igor Santos salientou que, após o encerramento das negociações, “surpreendentemente, eu recebo agora, a intimação para um procedimento apuratório chamado de Inquérito Policial Militar, o qual investiga a prática de supostos crimes praticados por mim”.

O líder da associação continuou: “Sou militar, minhas ações são disciplinadas e avaliadas pelos meus comandantes militares ou pelo Ministério Público. Se meus comandantes tivessem observado, em minhas ações, qualquer indício de crime, teriam me prendido inclusive em flagrante por várias oportunidades”

Na avaliação do militar, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública, em vez de se preocupar com as facções que estão tomando a cidade, se dispõe a preparar relatório, “um verdadeiro dossiê das minhas redes sociais, e encaminha em ofício por e-mail para o MP e os Comandos, determinando, solicitando, pedindo providências contra a minha pessoa”.

Veja a postagem:

https://www.instagram.com/reel/CdcHj_IMapB/?igshid=MDJmNzVkMjY=

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close Bitnami banner
Bitnami