Presidente do PSL no Acre é funcionário no escritório de apoio do mdebista Marcio Bittar

O PSL foi aliado de primeira hora à candidatura do senador”, explica Pedro Valério

As relações politicas são complicadas e intricadas.

Fazer uma uma busca nos Portais de Transparência quase sempre traz novidades.

Como o senador Marcio Bittar (MDB) está no olho do furacão, depois que veio a público que ele destinou emendas de R$ 50 milhões para os municípios de Goiás e Ceará, sem mandar um real para o Acre, este Portal foi ver quem são os assessores do parlamentar.

Dentre os assessores e assessoras constam, por exemplo, a jornalista Wânia Pinheiro, proprietária de um site acreano, e a digital influencer Sofia Brunetta.

Mas, outro nome que desperta a atenção é o de Pedro Valério de Araújo.

Pedro Valério é o presidente estadual do PSL e foi nomeado, ha cerca de um ano, no escritório de apoio de Bittar no Estado, com um salário de R$ 2.249,00.

Procurado pela reportagem, Valério confirmou a nomeação e justificou.

Disse que o PSL foi aliado de primeira hora à candidatura do Márcio Bittar.

“Tínhamos apenas um candidato ao Senado e Márcio foi nossa opção de segundo voto. Bolsonaro gravou pedindo voto para ele”, argumentou.

Valério também explicou que há motivos familiares para aceitar a nomeação. Revelou os motivos, mas pediu sigilo, o que será atendido.

O editor do Portal compreende que a causa é justa.

Pedro Valério, se for analisado, ganha pouco para um presidente de partido.

Recebe, por exemplo, 10 vezes menos o que embolsa Wânia Pinheiro e oito vezes o que ganha Sofia Brunetta.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami