Polícia fecha comércio em Epitaciolândia; empresária é conduzida à delegacia

O decreto do prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes (PSDB), confrontando com o decreto do governador Gladson Cameli, que determina o fechamento de todas as atividades não essenciais, virou letra morta.

A Polícia Militar foi acionada para fechar todos os estabelecimentos que estavam abertos amparados pela decisão de Lopes.

Cedo, uma grande fila se formou em frente ao maior supermercado do município, conforme aponta imagem do repórter Almir Andrade.

A proprietária de um dos supermercados, conhecida por Ana, se recusou a assinar o Termo de Ajustamento de conduta com o seguinte argumento:

“Recuso-me a assinar o TAC, tendo em vista minha empresa estar amparada em Decreto Municipal, além do que, como tem sido divulgado, o município de Epitaciolandia é o que está menos afetado pela pandemia”.

A empresária foi conduzida à delegacia.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami