Pega na mentira: Após dizer que tinha R$ 113 milhões em caixa, Gladson fala em tirar R$ 50 milhões da obra do centro administrativo para comprar vacina

O problema do mentiroso é que ele se acostuma tanto a mentir, que perde o contato com a realidade, com a verdade.

Sem querer dizer que o governador do Acre é um filho de Gepeto, as duas declarações atravessadas acabam por lhe dar um aspecto de Pinóquio.

Esta semana, na tentativa desesperada de criar pauta positiva em um governo marcado pelo negativo, Gladson Cameli declarou que seria capaz de retirar R$ 50 milhões das obras do centro administrativo para comprar vacinas contra a Covid-19.

Vamos por parte.

Essa obra do centro administrativo dificilmente sairá do papel e da promessa. O edital, como fora denunciado aqui no Portal, foi feito recheado de vícios e direcionamentos, por isso a licitação é alvo de uma pendenga judicial que vai se arrastar por um bom tempo.

Mas voltemos aos recursos para a comprar de vacina.

Causa perplexidade as declarações do governador.

São coisas que não batem.

Como é que ele fala em pegar R$ 50 milhões das obras do tal centro administrativo, se ele mesmo disse há muito tempo que tem dinheiro para as aquisições?

Em dezembro do ano passado, Gladson Cameli declarou:

– Fomos tão transparentes, conseguimos fazer uma economia de investimentos nossos aqui de quase R$ 113 milhões que estão nos cofres prontos para fazer investimento. Vamos utilizar esse recurso para compra da vacina, caso me permitam.

Esse dinheiro, se realmente existisse, daria para comprar mais de dois milhões de doses da Coronavac, ao preço de R$ 55 a dose, e quatro milhões de doses da Astrazeneca, ao custo de R$ 28.

Mas parece que o governador se esqueceu de tanto dinheiro.

Em março deste ano, o governador anunciou a compra de 700 mil doses da vacina russa Sputnik V. Chegou a assinar contrato, mas há entraves burocráticos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que estão emperrando o negócio.

Mas, independente da posição da Anvisa, segundo as palavras do governador, não é dinheiro que falta.

– A assinatura desse contrato é a realização de um sonho e, também, de muita felicidade em minha vida. Sabemos que todos estão cansados, mas, ao mesmo tempo, muito determinados para vencer essa guerra de uma vez por todas, disse Cameli.

Foi anunciado que o governo dispunha de R$ 40 milhões em caixa para honrar o contrato.

Gladson vem sendo o responsável por tornar pouco crível o que ele mesmo fala.

Resta saber até quando o governador vai se alimentando de patranha em um governo que mais parece uma fábrica de fake news.

A sorte do rapaz é que o seu nariz não cresce na proporção das inverdades que propaga.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami