HomeAGÊNCIA BRASIL“Parte mais rica do Brasil tomou conta do orçamento”, diz Lula

“Parte mais rica do Brasil tomou conta do orçamento”, diz Lula


Na véspera da definição da taxa básica de juros, a Selic, pelo Comitê de Política Monetária (Copom), o presidente Lula demonstrou preocupação com a possibilidade de o Banco Central manter os 10,5% e não reduzir ainda mais. 

A declaração foi feita nesta terça-feira, durante entrevista à Rádio CBN. A Selic está em 10,5%, e a previsão é que o comitê mantenha a mesma taxa nesta quarta-feira (19). 

Sobre cortes no orçamento, Lula disse que discute com a equipe algumas formas de equilibrar as contas. Ele quer, inclusive, rever as isenções fiscais, que é quando o governo deixa de arrecadar taxas, como estímulo financeiro a alguns setores. Mas, para Lula, o excesso de isenção de alguns impacta nos mais pobres.

Ainda na questão de tributos, o presidente disse, na entrevista, ser contra a taxação das compras internacionais abaixo de US$ 50. Mas adiantou que deve sancionar o projeto, em nome da “unidade” entre o governo e o legislativo. Além disso, disse ficar irritado com empresários que não dialogam com o governo e sempre acionam o Congresso. 

Perguntado sobre a possível exploração de petróleo em águas profundas, no Amapá, Lula reconheceu a contradição em defender essa exploração e buscar a transição por energia limpa, no país. 

No mês passado, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) recusou o pedido de licença da Petrobras para estudar a possibilidade de explorar petróleo na foz do Rio Amazonas, no Amapá. 



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

vale a leitura