OPINIÃO: O que justifica a tentativa de linchamento midiático a Marcus Alexandre?

Eleito prefeito de Rio Branco em duas oportunidades, o engenheiro civil Marcus Alexandre (PT) se caracterizou por trabalhar muito, pela humildade e por gostar de estar perto das pessoas mais simples.

Paulista, Marcus Alexandre chegou ao Acre no fim da década de 1999, quando veio trabalhar na Secretaria de Planejamento, no primeiro mandato de Jorge Viana.

De família humilde, encontrou no Acre uma terra de oportunidades.

Da Seplan, foi conduzido para a direção do Deracre, sendo um dos responsáveis pela interligação terrestre até Cruzeiro do Sul pela BR-364.

Nunca fui próximo ao Marcus, mas acompanhei o seu trabalho árduo para ajudar a concretizar o sonho da integração do Acre. Houve um período em que ele praticamente morou na BR.

Essa disposição para o trabalho e a capacidade de se comunicar diretamente com o povo despertou a atenção dos líderes da Frente Popular.

Até que nas eleições de 2012, contrariando às expectativa, o então governador Tião Viana apresentou o nome de Marcus Alexandre para concorrer à prefeitura de Rio Branco.

A missão parecia impossível.

O hoje prefeito Tião Bocalom aparecia com quase 70% da preferência popular contra 3% de Marcus.

Ciente do desafio, o petista percorreu, a pé, cerca de cem bairros de Rio Branco, levou a eleição para o segundo turno e venceu o favorito Bocalom.

Nascia ali um novo líder políticos com uma nova forma de fazer política.

Na eleição seguinte foi reeleito com facilidade.

Escolhido candidato ao governo em 2018, Marcus Alexandre perdeu o mandato, mas continuou com o carinho da população.

Da passagem pelo Deracre acumulou dezenas de processos.

Processos esses que ele vem conseguindo derrubar paulatinamente.

Agora, vésperas de nova eleição, Marcus Alexandre volta a aparecer nas manchetes de sites governistas com manchete que querem lhe vincular a atos irregulares.

Passaram a tentar fazer um novo linchamento moral de uma pessoa que continua humilde, simples e trabalhador.

Marcus Alexandre é um homem que não tem e nem ostenta riqueza.

Está, portanto, longe de ser líder de quadrilha, como tenta vender o Ministério Público Estadual, através de vazamento seletivo para aliados do governo.

Passa da hora de acabar com a condenação midiática.

Esses vazamentos chegam a ser criminosos.

É de domínio público que, pelo o que fez, Marcus Alexandre é candidato forte para qualquer cargo que tente concorrer.

Os seus adversários sabem disso e, de certa forma, tentam inviabilizar o seu retorno à política.

Como eu disse, não sou próximo ao ex-prefeito, mas jamais ficarei calado diante do que considero injustiça.

Essa incapacidade de me omitir diante do que considero injusto talvez seja a responsável pelo acúmulo de processos e dificuldades pelas quais passo.

Força, Marcus! Nesse momento é missão de quem defende a boa politica não ficar omisso.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami