O real e a fantasia – Primeira viagem internacional do governador do agronegócio foi para debater questões ambientais

Pelo tanto que falou no assunto, o natural seria que a primeira agenda internacional do governador Cameli fosse voltada para debater o agronegócio.

Mas entre o real e a fantasia tem uma ponte gigantesca que os separa.

Impossível desconsiderar a questão ambiental num estado que 87% das suas florestas conservadas.

Nos próximos oito dias, Cameli estará fora do Acre, do país.

Embarcou para a Colômbia para debater um tema que deve lhe causar arrepio: o meio ambiente.

O governador viajou de avião, mas levou consigo uma locomotiva alegre de assessores, com diárias superiores a R$ 10 mil.

Na Colômbia, participará da reunião anual da Força Tarefa de Governadores para o Clima e o Meio Ambiente (GCF).

O GCF reúne estados subnacionais de cerca de 40 países e trabalha na articulação para a captação de recursos capazes de incentivar a preservação e o desenvolvimento das populações tradicionais.

Ao longo dos últimos anos, o Acre se caracterizou como protagonista e modelo para os integrantes do GCF.

As boas práticas, aliadas ao cumprimento dos contratos, fez com o que o Acre conseguisse captar recursos sem a necessidade de oferecer contrapartida de instituições como o Fundo Amazônia, bancado pelo governo da Noruega, e do banco alemão KFW.

Antes de embarcar, porém, Cameli participou de um programa de rádio ao lado do senador Marcio Bittar (MDB).

Bittar é o defensor da desmatar ainda mais a Amazônia.

Espera-se que o rapaz não tenha dado ouvido aos conselhos do hoje seu amigo.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami