No mês do trabalhador, o governador do Acre passou quase 20 dias fora do Estado, mas embolsou mais de R$ 20 mil em diárias

Maio, o mês do trabalhador, foi embora.

Nos últimos dias, pouco antes de retornar do passeio em Dallas, nos Estados Unidos, Gladson Cameli foi à uma emissora de televisão e declarou: “Estou viajando é pouco”.

Não está.

Está viajando muito.

Passou cerca de 30% dos seus cinco meses de mandato fora do Acre.

Basta fazer uma consulta ao Portal da Transparência do governo, quando ele está no ar, para comprovar o quanto o rapaz gosta da pressurização das aeronaves.

No mês do trabalhador, por exemplo. Cameli passou quase 20 dias viajando para as mais diversas localidades.

Somente fruto de diárias, pôs no bolso mais de R$ 24 mil, um salário de secretário.

E o pior: não resolveu nada.

O governo continua à deriva.

Se continuar assim, ele passará mais de um ano longe de casa.

Embolsará cerca de R$ 500 mil de diárias.

O dinheiro dá até para comprar um pequeno avião.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami