Nilson Areal deverá coordenar o Deracre em Sena Madureira; ele já foi condenado e tem um caminhão de processos nas costas

O ex-prefeito de Sena Madureira Nilson Areal deve voltar à cena política nos próximos dias.

Em guerra aberta com o prefeito Mazinho Serafim (MDB), o governador Gladson Cameli “convocou” Areal para comandar o Departamento de Estrada e Rodagem (Deracre) no terceiro município do Acre.

Areal já ocupou o posto na gestão do petista Tião Viana, antecessor de Cameli. Conhece os caminhos dos ramais e, se tiver estrutura, pode ajudar bastante a Cameli.

Como coordenador do Deracre no município, o ex-prefeito será responsável pela recuperação de ramais com os equipamentos recentemente adquiridos pelo governo, com emendas dos parlamentares federais da bancada passada.

Gladson Cameli está em campanha aberta à reeleição e não está levando em conta a ficha corrida ou prontuário de aliados.

Velho conhecido da política, Areal carrega nas costas vários caminhões de denúncias que vão de prevaricação, improbidade, peculato e desvio de recursos públicos.

Ao todo, são mais de 20 processos contra aquele que caminha para ser responsável por um dos setores fundamentais ao produtores rurais de Sena Madureira.

Num desses processos, Nilson Areal foi condenado, em 2016, à pena de 18 anos e 8 meses de reclusão por apropriação dolosa de rendas públicas por meio de esquema fraudulento consistente no pagamento por falsas “prestações de serviço” em escolas da rede municipal de ensino.

Na condenação, o juiz Fábio Farias disse que o ex-prefeito l participou de forma ativa do esquema criminoso instalado na prefeitura de Sena Madureira ao ordenar a contratação direta dos corréus e remunerar-lhes por serviços não prestados.

Em março de 2019, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre reduziu a pena para apenas cinco anos e três meses.

Gladson Cameli, porém, talvez tenha problemas para efetivar a nomeação em razão dos processos e da condenação.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami