HomeALEAC“Não vamos ficar de braços cruzados vendo o Juruá ficar de fora...

“Não vamos ficar de braços cruzados vendo o Juruá ficar de fora dessa rota”, garante Nicolau sobre rota Rondon

A exclusão do Juruá na rota Rondon, apresentada pela ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, durante reunião ontem em Rio Branco, não agradou aos deputados estaduais. Principalmente a bancada do Juruá. Na sessão desta quarta-feira,10, na Casa do Povo, os parlamentares se manifestaram contra a proposta apresentada pela ministra, que não inclui a estrada que vai ligar o Juruá a cidade peruana de Pucalpa, no Perú.

Peruana de nascimento, a deputada Antônia Sales protestou contra a proposta que classificou como atraso, deixar de fora do projeto a abertura da estrada.

Reunidos no plenário, os deputados decidiram criar a Comissão de Integração Latino Americana e Relações Internacionais para acompanhar o processo e cobrar a inclusão do Juruá na rota Rondon.

“O Juruá é uma das regiões mais ricas do nosso estado, com um enorme potencial econômico. Não podemos admitir que a abertura dessa estrada fique de fora de um investimento desses, esse pacote anunciada pela ministra”, disse o presidente da Casa, Luiz Gonzaga.

O primeiro secretário Nicolau Junior ratificou as palavras do presidente, e voltou a se manifestar totalmente favorável a abertura da estrada, cujo projeto prevê a saída por Mancio Lima, até Pucalpa, a primeira cidade peruana na fronteira entre os dois paises.
“Com todo esse potencial econômico que o Juruá tem, essa estrada seria mais uma saída econômica para a região. Não vamos ficar de braços cruzados vendo o Juruá ficar de fora dessa rota”, garantiu Nicolau.

A Comissão criada pelos parlamentares vai se reunir com os representantes da Ministério comandado por Simone Tebet.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

vale a leitura