“Não podemos recuar na luta pelos nossos direitos”, conclama Edvaldo Magalhães

Fotos: Sérgio Vale

Foi uma vitória parcial, mas significativa em todos os aspectos. Essa é a avaliação do deputado Edvaldo Magalhães (PC do B) sobre a demonstração de força dos trabalhadores contra o pacote de maldade enviado à Assembleia Legislativa (Aleac) pelo governador Gladson Cameli.

“O governo recuou, mas isso não significa que podemos descansar”, publicou o comunista na sua página no Facebook.

Segundo Magalhães, o adiantamento de votação só ocorreu porque o povo se fez presente, “resistindo brava e corajosamente”.

“Não é baderna, é luta! E a luta é por todos os servidores, por todas as famílias dos servidores”, salientou.

Magalhães destacou que tanto a oposição quanto os servidores querem apenas uma agenda de discussão que possibilite encontrar uma saída justa. Querem acabar com a licença prêmio e a sexta parte!

“Não podemos aceitar. O rolo compressor da base governista não vai nos atropelar. Avante!”.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami