Na casa dos professores, Cameli interpreta Rolando Lero

Cheio de trejeitos estilo Zé Bonitinho, Cameli incorporou outro personagem ontem na SEE.

Pressionado pelos professores, o rapaz encarnou o Rolando Lero.

Falou, falou e falou, mas não disse nada.

Atentos, professores, que não são Raimundos, esperavam algo que o comprometesse

Cameli se limitou a dizer que “Eu entendo…no que depender de mim…da necessidade”.

O ano letivo iniciou.

As aulas não.

Em todo movimento de protesto e manifestação uma coisa ta fazendo falta, apoio sindical. A CUT e o Sinteac permanecem em mórbido silêncio, isso é grave.

E mais grave ainda é a denúncia de que tem gente sendo contratada tendo ficado em colocação inferior, e pasmem, sem nem ter passado no concurso.

Nesse ritmo de Escolinha de Professor Raimundo, Cameli e o seu secretário de Educação caminham para tirar nota Zero

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami