MPF ajuíza ação para garantir fornecimento de alimentação a migrantes no Acre

Ação pede que União, estado do Acre e município de Assis de Brasil devem assegurar, solidariamente, as refeições diárias

O Ministério Público Federal (MPF) propôs ação civil pública (ACP), com pedido de tutela de urgência, para determinar que a União, o governo do estado do Acre e a Prefeitura de Assis Brasil forneçam três alimentações diárias a todos os migrantes e refugiados na região. O MPF pede também que as refeições sejam diversificadas com valor nutricional e adequadas aos hábitos alimentares dos migrantes.

A ação assinada pelo procurador da República Lucas Costa Almeida Dias requer ainda que seja realizado levantamento sobre a existência de pessoas doentes, com necessidades especiais de alimentação para adequar o fornecimento a esse público.

De acordo com a ação, os migrantes e refugiados são pessoas completamente vulneráveis. A maioria é composta por mulheres, crianças e idosos que já vinham sofrendo sérias consequências da crise econômica agravada pela pandemia que restringiu ainda mais a mobilidade dessas pessoas com dificuldades em receber direitos básicos e assistência social.

A ACP pede ainda inspeção judicial na Ponte da Integração, em Assis Brasil, e nos abrigos.

Processo distribuído com o número 1001223-89.2021.4.01.3000 para o órgão 2ª Vara Federal Cível e Criminal da SJAC.

Íntegra da ACP

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami