MPE abre procedimento para apurar supostos casos de assédio moral e nepotismo no Deracre

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu procedimento para investigar denúncia da prática de nepotismo e assédio moral no Departamento de Estrada e Rodagens (Deracre).

A abertura do procedimento foi determinada no fim do mês passado pelo promotor substituto Romeu Cordeiro, da Promotoria da Especializada de Defesa do Patrimônio Público.

Para a abertura da investigação, o promotor baseou-se em denúncia anônima que chegou ao MPE.

As denúncias envolvem o diretor-presidente do Deracre, Petronio Aparecido Chaves Antunes, e o diretor de Operações, Ronan Fonseca Lemos Filho.

O Portal teve acesso à denúncia na íntegra.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami