Ministro Ricardo Lewandowski nega pedido de liminar e abre as portas para Ribamar Trindade assumir no TCE

Ministro Ricardo Lewandowski nega pedido de liminar e abre as portas para Ribamar Trindade assumir no TCE

A auditora de contas Maria de Jesus Carvalho sofreu mais uma derrota na Justiça, na luta pela vaga de conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A dessa vez aconteceu no Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro Ricardo Lewandowski negou o mandado de segurança, com pedido de liminar, para suspender a nomeação e a posse do ex-chefe da Casa Civil Ribamar Trindade no cargo de conselheiro.

O mandado de segurança foi impetrado pela Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros dos Tribunais de Conta.

Com a decisão de Lewandowski, a posse de Trindade, que foi nomeado na última sexta-feira, está amparada em lei.

O TCE tem 30 dias, podendo ser prorrogado por igual período, para empossar o conselheiro aprovado na Assembleia Legislativa e nomeado pelo governador Gladson Cameli.

Leonildo Rosas

Related Posts

Ribamar Trindade continua sem poder assumir no TCE

Ribamar Trindade continua sem poder assumir no TCE

Gladson aproveita feriado do Dia do Servidor para presentear chefe da Casa Civil com cargo de conselheiro do TCE

Gladson aproveita feriado do Dia do Servidor para presentear chefe da Casa Civil com cargo de conselheiro do TCE

Pleno do TJ decide hoje pendenga sobre vagas de conselheiro no TCE

Pleno do TJ decide hoje pendenga sobre vagas de conselheiro no TCE

No Comment

Deixe uma resposta