Ministro Ricardo Lewandowski nega pedido de liminar e abre as portas para Ribamar Trindade assumir no TCE

A auditora de contas Maria de Jesus Carvalho sofreu mais uma derrota na Justiça, na luta pela vaga de conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A dessa vez aconteceu no Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro Ricardo Lewandowski negou o mandado de segurança, com pedido de liminar, para suspender a nomeação e a posse do ex-chefe da Casa Civil Ribamar Trindade no cargo de conselheiro.

O mandado de segurança foi impetrado pela Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros dos Tribunais de Conta.

Com a decisão de Lewandowski, a posse de Trindade, que foi nomeado na última sexta-feira, está amparada em lei.

O TCE tem 30 dias, podendo ser prorrogado por igual período, para empossar o conselheiro aprovado na Assembleia Legislativa e nomeado pelo governador Gladson Cameli.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami