Médica com cinco anos de experiência e residência não foi selecionada; não para de chegar denúncia contra processo seletivo da Saúde

Desde a primeiras horas de hoje, o Portal do Rosas não parou de receber denúncias de possíveis irregularidades no processo seletivo da Secretaria de Estado de Saúde.

Numa delas, uma médica, que pediu o sigilo da fonte, disse estranhar não ter sido selecionada, pois preenche a todos requisitos exigidos no edital.

A profissional, que pretende formalizar a denúncia nos órgãos de controle, tem cinco anos de experiência e possui residência médica.

“Estava suspeitando de irregularidades. A matéria publicada no Portal do Rosas confirmou a minha suspeita”, declarou.

Outra denúncia é que a esposa de um político de sobrenome Sales, que trabalha na regulação do pronto-socorro, indicou 15 pessoas.

Todas foram aprovadas.

Chegou informação de que a enfermeira Fernanda Oliveira da Costa, lotada na regulação do Huerb, aparece com cinco anos de efetivo exercício, mas se formou no ano passado.

Consta que tem três pós-graduação.

Fernanda Oliveira da Costa se formou no fim de 2016.

Psicóloga, Zenaide Gusmão concluiu o curso no início do ano passado. Obteve 50 pontos, como se tivesse cinco anos de experiência.

Os casos vão chegando.

Diante da denúncia publicada no Portal do Rosas, o governador Cameli fala em cancelar o processo.

Só falar não vale.

A sociedade exige muito mais.

Foi cometido crime.

E criminoso tem que ser punido.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami