Matrícula de ex-miss Acre em curso de Medicina da Ufac é recusada por não atender critérios de deficiência

Não foi dessa vez que a ex-miss Acre Hyalina Lins Farias conseguiu ingressar no curso de Medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac).

A matrícula da estudante foi rejeitada por não haver comprovação de deficiência elegível para a política de ação afirmativa .

Hyalina Lins foi classificada na 2ª chamada do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) de 2019 na vaga destinada a deficientes físicos.

Ela alegou ter alto grau de miopia e que era de baixa renda.

A sua classificação acendeu um forte debate nas redes sociais e na imprensa.

O fato chamou a atenção da sociedade e da imprensa nacional.

Além da ex-miss, outro aluno classificado em Medicina no critério de deficiência foi desclassificado.

Trata-se de estudante João Victor Lemos Silva.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami