Maria Rita e Guilherme Arantes cancelam participação em disco de Sérgio Reis

Artistas, que já haviam gravado parcerias inéditas com o sertanejo, resolveram não autorizar inclusão das músicas em novo álbum do cantor

Gustavo Cunha e Silvio Essinger

O novo disco de Sérgio Reis sofre mais duas baixas após a divulgação de um áudio em que o cantor sertanejo convoca atos antidemocráticos em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Depois de Gutemberg Guarabyra, famoso pela dupla com o cantor e compositor Luiz Carlos Sá, anunciar que não participará mais do novo disco de Sergio Reis, os cantores Maria Rita e Guilherme Arantes comunicaram ao GLOBO que também deixaram o álbum.

Artigo:  Sergio Reis e o risco de se tornar o Wilson Simonal do sertanejo

“Maria Rita não faz mais parte do projeto (de Sérgio Reis)“, informou a assessoria da artista, que já havia gravado com o sertanejo uma versão inédita para a música “Romaria” (de Renato Teixeira), famosa na voz de Elis Regina, mãe da cantora. Representantes de Guilherme Arantes também afirmaram que o dueto inédito de “Planeta água”, igualmente previsto para compor o repertório do novo trabalho de Sérgio Reis, não tem mais autorização para ser incluído no álbum. Guilherme Arantes falou ao GLOBO:

— Para mim, compositor, a gota d’água, sem querer brincar de trocadilho, foi esse colega dizer que não é frouxo, que não é mulher. Para mim, essa expressão bastou. Chega — afirma Guilherme Arantes. — Não quero mais participar, e ponto final. “Planeta água” é uma ode ao espírito feminino da natureza, chave da alma brasileira. A água é o elemento-símbolo do Brasil , elemento-chave da natureza feminina do universo. E é no feminino que está a força desse elemento da vida. Assim, e só por conta desse equívoco, ficou incompatível a canção com o intérprete.

Veja mais aqui.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami