Mara Rocha que alegou ter sido demitida da TV Gazeta por perseguição politica, pede a cabeça de colegas jornalistas

O tempo, realmente, é o senhor da razão.

Ao ser demitida da TV Gazeta, em setembro de 2017, onde apresentava o telejornal da emissora, a hoje deputada federal Mara Rocha (PSDB) foi às empresa local fazer acusações, sem provas, contra o governo do Estado, cujo governador era o petista Tião Viana.

Digo sem provas e sem substância porque, na época, eu era porta-voz do governo e digo, sem medo de errar, que não houve qualquer interferência estatal na sua demissão.

Mara Rocha era a cara do telejornal e resolveu aderir à pré-candidatura do atual governador Gladson Cameli.

Qualquer empresário agiria como agiu o proprietário da empresa.

Pois bem, a mesma pessoa que se disse perseguida sem ter sido, foi gravada pedindo a cabeça de jornalistas que fazem criticas à sua atuação, à do seu irmão vice-governador e a outros políticos da antiga oposição.

Quando fez a acusação contra o governo, Mara Rocha não tinha como provar.

O mesmo não se pode dizer agora, pois tem video gravado sobre a escancarada tentativa de calar a quem ouça fazer criticas.

Veja o video:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami