Líder do governo demonstra estilo antidemocrático ao pedir retirada de deputado do plenário

Fotos: Sérgio Vale

Uma página escura na história do Parlamento acreano foi escrita hoje pelo líder do governo, Gehlen Diniz (PP).

Mostrando o despreparo para o debate democrático, o policial rodoviário federal, que está no segundo mandato, pediu ao presidente da Assembleia Legislativa, Nicolau Júnior (PP), que determinasse aos seguranças que retirasse o deputado Roberto Duarte (MDB) do plenário.

O pedido com tons ditatoriais ocorreu no calor do debate sobre a “Operação Lázaro”, por onde o governo tenta ressuscitar o projeto da LDO.

O governo, depois de ter devolvido os cargos aos deputados, tenta atropelar o regimento interno da Aleac e a Constituição Estadual.

Roberto Duarte chegou a chamar Diniz para resolver o assunto no braço, mas não chegaram às vias dos fatos.

Veja os vídeos feitos por Jardy Lope:

É fato que essa discussão mostra a desmoralização dos deputados. Esse é um assunto que 20 parlamentares disseram não.

Parece que tudo mudou após terem sido ameaços e comprados por 340 cargos.

Essa história vai terminar na Justiça, pois os outros poderes, o Ministério Público e o Tribunal de Contas têm interesses em jogo.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami