Leo de Brito entra com representação no MPF contra a Sesacre cobrando a instalação de tomógrafo no Hospital do Juruá

Equipamento foi entregue há seis meses, mas não está em funcionamento, pacientes estão custeando exames em clínicas particulares.


O deputado federal Leo de Brito (PT-AC) deu entrada no Ministério Público Federal (MPF) com representação pedindo a instauração de inquérito civil para apurar improbidade administrativa, responsabilidade por omissão e dano coletivo à saúde por parte da Secretaria de Estado de Saúde em razão da demora na instalação de aparelho de tomografia computadorizada no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul.

O equipamento, entregue em fevereiro desse ano, foi adquirido com recursos de emenda parlamentar destinados pela deputada federal Jéssica Sales, ao custo de R$ 10 milhões.

Descaso e incompetência

“Um verdadeiro descaso e incompetência administrativa do governo Gladson Cameli, recebi diversas denúncias de que o tomógrafo está no corredor do Hospital do Juruá há seis meses e os pacientes estão tendo que pagar o exame em uma clínica particular que faz esse serviço no município ao custo de até R$ 930,00, um absurdo isso!”, denunciou.

No documento, o parlamentar pede que seja investigada a demora na instalação do tomógrafo e que os gestares públicos sejam responsabilizados.

“Nossa intenção é que o MPF apure esse descaso, mas sobretudo que a população do Juruá seja atendida com esse serviço público que é de responsabilidade do Estado, além disso, é um direito e precisa ser cumprido, pessoas estão morrendo por falta de diagnóstico, isso é inadmissível”, disse Leo de Brito.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami