Índio é federal; não quer ser municipal

Índios de varias etnias foram até a ALEAC para mostrar os descontentamento dos povos originários contra a proposta do Ministério da Saúde que prevê a extinção da Secretaria Especial de Saúde Indígena – Sesai – e passar responsabilidade para o município.

Neste ano, 34 unidades de atendimento no Acre deixaram de receber recursos do governo Bolsonaro.

O governo federal propõe a incorporação dos serviços destinados às aldeia a uma nova Secretaria Nacional de Atenção Primária.

Entretanto os indígenas afirmam que deve haver uma precarização ou até mesmo a extinção do serviço prestado.

Saúde indígena é federal, não é municipal. “Por uma saúde que respeite a cultura indígena” dizia um dos cartazes.

fotos: Sérgio Vale

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami